MOTOR

Carros que dirigem sozinhos podem virar realidade em 2020

Durante uma conferência de imprensa realizada recentemente, o presidente da General Motors deixou claro que o mercado automobilístico está perto do surgimento dos primeiros veículos autônomos, os carros conduzidos por um sistema central capaz de guiar sem a intervenção do motorista.

 

Daniel Ammann revelou também que a General Motors desenvolve carros assim há alguns anos, o que lhe proporcionou um avanço significativo o suficiente para anunciar o lançamento de seu primeiro modelo que dirige sozinho para o final de 2016.

 

Para rodar lado a lado com os carros guiados por motoristas de carne e osso, no entanto, essa frota de veículos terá que esperar pelo menos até 2020. Enquanto isso, tudo o que se falar sobre os veículos autônomos nas ruas, também conhecidos como veículos conectados, é especulação.

 

Ammann disse que a empresa está trabalhando em colaboração com os gigantes da tecnologia, entre eles a Google, a Open Automotive Alliance e a Apple. Assim, sistemas diferentes poderão ser implantados nos carros da marca.

 

Quando perguntado sobre os preços dos tais carros nos mercados mundiais, Ammann não deu respostas concretas. O presidente do GM se limitou a dizer que a montadora já tem uma base significativa de clientes através do sistema OnStar, criado para receber atualizações diárias.

 

 

Imagem: Driving_Google_Self-Driving_Car.jpg: Steve Jurvetsonderivative work: Mariordo [CC BY 2.0], via Wikimedia Commons