DOENÇAS

Carne processada é cancerígena e pode conter DNA humano

De acordo com o estudo divulgado por uma agência vinculada à OMS, a carne processada é cancerígena para os seres humanos, e a carne vermelha “provavelmente” também.  Essa foi a conclusão a que chegou uma pesquisa realizada por 22 especialistas de diversas nacionalidades, que encontraram evidências suficientes de que o consumo de carnes processadas causa câncer colorretal.

[VEJA TAMBÉM: Cães são usados para farejar câncer no Reino Unido]

Além disso, embora com “evidências limitadas”, eles descobriram também que o consumo de carne vermelha é provavelmente cancerígeno para os seres humanos e seria responsável por quadros de câncer colorretal, pancreático e de próstata.

O comunicado emitido pela OMS afirma que o consumo diário de 50 gramas de carne processada aumenta o risco de câncer colorretal em 18%, entendendo que o termo “processada” se refere a todos os tipos de carne que foram transformados pela ação da salga, da cura, da fermentação, da defumação ou de qualquer outro processo que melhore seu sabor ou conservação.

Enquanto isso, a associação Clear Food, especializada na análise molecular da comida, relatou ter encontrado 2% de DNA humano em salsichas vendidas nos EUA.

Fonte: USA Today 

Imagem: Ingrid Balabanova/Shutterstock.com