Todos os horários
HUMANIDADE

7 previsões feitas por personagens históricos que realmente aconteceram

Embora, em alguns casos, não houvesse sequer a intenção de realizar uma premonição, estas são as previsões mais surpreendentes e precisas feitas por personagens da nossa história:

Vídeo relacionado:

Nikola Tesla previu a internet sem fio:
Em 1909, enquanto trabalhava no desenvolvimento de um sistema para distribuir energia elétrica sem a necessidade de fiação, o genial inventor se adiantou à comunicação wireless: “Será necessário apenas carregar um instrumento econômico, não muito maior que um relógio”. 

Wernher von Braun previu a conquista de Marte com “Elon” (Musk?): Em 1952, este engenheiro aeroespacial publicou o livro “The Mars Project”, no qual descreve um homem chamado Elon como responsável pela colonização de Marte. Hoje, Elon Musk lidera a corrida tecnológica para levar o homem a Marte.

Abraham De Moivre previu a data da sua morte: O criador da fórmula de De Moivre teria determinado com exatidão a data da sua morte, com base em cálculos matemáticos que computavam as horas de sono de que ele precisava todos os dias. Desse modo, chegou à conclusão de que morreria aos 87 anos, em 1754, o que, de fato, aconteceu. 

Mark Twain previu sua morte com o retorno do cometa Halley: Depois de ter perdido sua mulher, seus dois filhos e um amigo muito querido, o autor sofria de uma depressão grave quando escreveu: “Cheguei com o cometa Halley, em 1835. Ele virá novamente no próximo ano, e espero ir embora com ele. Seria a maior decepção da minha vida se eu não partir com o cometa Halley”. E assim foi: ele morreu em 1910.

A “maldição” do conquistador Timur deu origem ao nazismo: Em 1941, quando uma equipe de antropólogos soviéticos desenterrou os restos do conquistador turco-mongol Timur, descobriu uma lenda que dizia: “Quem abrir meu túmulo, despertará um invasor mais terrível que eu”. Três dias depois, Hitler lançou a Operação Barborossa e deu início à invasão da União Soviética. 

Júlio Verne e a previsão de várias invenções modernas: em 1863, ele descreveu detalhadamente a criação de arranha-céus de vidro, elevadores, carros à gasolina e trens de alta velocidade. Ele também previu o advento dos computadores, do fax, das estradas pavimentadas e da luz elétrica.

Morgan Robertson previu o naufrágio do Titanic: Ele teve essa premonição em 1898, 15 anos antes de o evento realmente acontecer, através de um conto literário que falava do naufrágio de um navio chamado Titan. Dando ainda mais detalhes, descreveu a embarcação como supostamente indestrutível e afirmou que o naufrágio seria causado após a colisão com um iceberg.


Fonte: Super Curioso