HISTORY FUTEBOL

Aloysius Paulus van Gaal

Aloysius Paulus van Gaal, mais conhecido como Louis Van Gaal, é um ex-jogador e ex-treinador de futebol, que nasceu em 8 de agosto de 1951 em Amsterdã, na Holanda. Como jogador, participou de equipes da Liga da Holanda, tais como De Meer, Ajax, Antwerp, Sparta de Rotterdam e AZ Alkmaar.

Após sua aposentadoria como jogador profissional, em 1987, Van Gaal dirigiu o AZ Alkmaar durante um ano, antes de se mudar para o Ajax, onde trabalhou como segundo treinador até 1992, quando assumiu a direção técnica da equipe.

Durante a temporada de 1991/1992, o Ajax ganhou a Copa da UEFA. Na temporada seguinte, consagrou-se campeão da Copa e da Supercopa da Holanda. Na temporada de 1993/1994, sua equipe ganhou o campeonato da Liga e uma nova Supercopa da Holanda.

O sucesso no Ajax continuou durante a temporada de 1994/1995, revalidando o campeonato da Liga, a Supercopa da Holanda e obtendo o Campeonato Europeu, nada menos que frente ao Milan. A coroação máxima, no entanto, chegaria com a conquista da Copa Intercontinental e da Supercopa da Europa.

Na temporada de 1997/1998, Van Gaal esteve no comando do FC Barcelona, time com o qual conquistou a Liga, a Copa del Rey e a Supercopa da Europa. Durante seu segundo ano como técnico do Barcelona, conquistou outro campeonato da Liga, mas no ano seguinte foi muito mais difícil, sem nenhum título.

Após um impasse, durante o qual abandonou o clube e foi atuar na seleção de seu país sem dó nem piedade, Van Gaal voltou ao Barcelona para disputar a temporada de 2002/2003, sem conquistar bons resultados. Foi assim que ele voltou ao Ajax para uma nova fase de glória, o que permitiu que os grandes times europeus olhassem novamente para ele.

O Bayern de Munique contratou Van Gaal em 2009 e conquistou a Bundesliga e a DFB-Pokal. No entanto, a segunda temporada foi de vacas magras e, em 2011, o treinador foi despedido. Em 2012, voltou à seleção dos Holanda e a classificou para a Copa do Brasil de 2014 sem perder nenhuma partida.

De 2014 a 2017, Van Graal dirigiu o Manchester United, com duas temporadas que tiveram resultados agridoces. Finalmente, em 2017, anunciou sua aposentadoria definitiva do mundo do futebol.