Todos os horários

As surpreendentes origens do sabre de San Martín e da espada de Bolívar

Em 1811, José de San Martín adquiriu seu sabre curvo de segunda mão em Londres e se transformou em um símbolo de luta. Um estudo metalográfico indicou que a arma foi construída com aço damasco e possivelmente sua origem seja persa.

Segundo os historiadores, ao longo de sua carreira militar, Simon Bolívar utilizou várias espadas. A primeira foi adquirida no ano de 1825 em Lima, no Peru, e tinha diamantes, ouro e suas iniciais gravadas. Curiosamente, ambas as relíquias foram roubadas ao longo da história, e depois recuperadas e resguardadas.

O sabre foi roubado do Museu Histórico Nacional da Argentina por um misterioso grupo em 1963. A espada de Bolívar foi roubada por integrantes da organização M-19, em 1974, que invadiram a casa do líder latino-americano.