Todos os horários


NOTÍCIAS

Relatórios revelam relação de Winston Churchill com avistamentos de óvnis

 



  26 de Outubro de 2016

Uma série de relatórios tornados públicos recentemente revelam o papel que o famoso primeiro-ministro inglês Winston Churchill teve no encobrimento de avistamentos de óvnis.

Durante seus dois mandatos, entre 1940 e 1955, Churchill montou uma equipe para descobrir a origem de vários casos de encontros com objetos voadores não identificados, denominada Flying Saucer Working Party.

 

Vídeo relacionado:

Os pesquisadores analisaram centenas de casos e concluíram que, embora não fosse possível descartar a presença de visitantes extraterrestres na Terra, muitos dos casos estudados pareciam corresponder a fenômenos naturais, veículos aéreos feitos por seres humanos ou, simplesmente, “delírios psicológicos”.

Um dos casos mais relevantes analisados pelo grupo foi o avistamento de um disco voador metálico no condado de Cumbria, no noroeste da Inglaterra, em 1952. Lá, um piloto da RAF (sigla em ingês para Força Aérea Real) teria se deparado, ao voltar de uma missão pela Europa continental, com um estranho artefato voador prateado, que desapareceu silenciosamente perto da aeronave.

Ao saber do incidente, o primeiro-ministro ordenou que o fato fosse colocado em sigilo, considerando que, se virasse público, a população poderia entrar em pânico e perderia a fé em Deus.


Fonte: Código Oculto
Imagem: Ursatii/Shutterstock.com