HOJE NA HISTORIA

Início da concessão de operações da Companhia Doca de Santos

 



  12 de Julho de 1888

O início da concessão de operações da Companhia Doca de Santos ocorreu em 12 de julho de 1888.  A empresa foi uma iniciativa de um grupo liderado pelos empresários Eduardo Guinle e Cândido Gafrée. Por meio de uma concorrência, eles conquistaram o direito de construir e explorar o cais da cidade do litoral paulista por 90 anos.

Devido a pressões de exportadores de café para que houvesse melhorias na infraestrutura do Porto de Santos, o Império, que passava por uma crise, concedeu a exploração do negócio para a iniciativa privada.  Em fevereiro de 1892, a Companhia Doca de Santos entregou os primeiros 260 metros de costado. 

Nos seus anos iniciais, além de ser responsável pela operação e construção do cais, a empresa também se preocupava com o saneamento da região portuária. Na época, o local enfrentava um surto de doenças infectocontagiosas, que matou muitos dos operários que trabalhavam lá. 

A Docas ainda construiu a Usina Hidrelétrica de Itatinga, responsável pelo fornecimento de eletricidade ao Porto e à cidade de Santos. Os Guinle também abriram ambulatórios e fábricas no local, contribuindo para o crescimento da região. Depois do fim da concessão, em 1980, a administração do Porto passou para a estatal Companhia Docas do Estado de São Paulo. Em 1999, a Docas transferiu seu controle para a iniciativa privada. 

 


 

Imagem: Codesp/Domínio Público