Hoje na história

09.jul.2014

Rede Excelsior de TV entra no ar

Em um dia como este, no ano de 1960, entrava no ar a Rede Excelsior de São Paulo, uma emissora de TV que existiu por pouco mais de 10 anos, fechando em definitivo em 30 de setembro de 1970. O empresário Mário Wallace Simonsen era o dono da empresa.

De início, a programação da Excelsior era focada no jornalismo, séries e filmes estrangeiros. Em 1962, foi a primeira emissora no país a tentar transmitir em cores, usando o sistema NTSC americano. O primeiro programa em cores foi o Moacyr Franco Show. O sistema NTSC, no entanto, não deu certo no país, pois o equipamento era caro demais. A Excelsior também marcou época por ter sido a pioneira na criação de jingles musicais para anunciar a próxima atração, previsão do tempo e a hora certa.

A TV Excelsior, canal 2 do Rio, entrou no ar no dia 2 de setembro de 1963 e ficou marcada pelos seus programas humorísticos e de esportes. Além disso, a Excelsior do Rio foi a porta de entrada para grandes cantores como Elis Regina e Gilberto Gil. A decadência da emissora começou em 1964, com a pressão da ditadura militar, que forçou a emissora a retirar programas do ar que traziam retorno financeiro para a empresa. A TV era perseguida pois seu dono havia apoiado o presidente João Goulart, que sofreu o Golpe de Estado que deu início ao Regime Militar no Brasil.

A Excelsior, sem dinheiro e com dívidas, foi vendida ao Grupo Folha de S. Paulo, mas retornou aos antigos donos pouco tempo depois. A situação da emissora era cada vez mais crítica e, em 1º de outubro de 1970, a Excelsior estava quase falindo. Neste dia, o jornalista Ferreira Neto invadiu um estúdio, que transmitia um programa humorístico, e anunciou que o governo tinha determinado o fim da Excelsior. Naquele momento, a emissora foi retirada do ar. A concessão da TV Excelsior foi cassada no dia 15 de dezembro daquele ano.

 


Imagem: TV Excelsior/Gabriel dos Santos [Domínio público], via Wikimedia Commons