Hoje na história

30.set.1955

O trágico adeus de James Dean, símbolo de uma geração

Às 17h45min de um dia como este, em 1955, o ator James Dean, de 24 anos, morria em um acidente de carro, em Cholame, na Califórnia, quando o seu Porsche atingiu um Ford Tudor sedan em um cruzamento. O motorista do outro carro, o estudante de 23 anos, Donald Turnupseed, estava atordoado após o acidente, mas, praticamente, sem ferimentos. O passageiro de Dean, o alemão e mecânico do Porsche, Rolf Wütherich, ficou gravemente ferido, mas sobreviveu.
 
No trágico dia, o filme Vidas Amargas (1955), estrelado por Dean, era um sucesso nos cinemas. Depois de sua morte, ainda seriam lançando dois filmes póstumos: Juventude Transviada (1955) e Assim Caminha a Humanidade (1956). Apesar de ser jovem e iniciando a carreira, Dean estava no caminho para o estrelato, e o acidente o transformou em uma lenda. Ele é considerado um ícone cultural, como personificação da rebeldia e angústias da juventude da década de 1950.
 
Nascido em 8 de fevereiro de 1931, em Marion, Indiana, Dean era um apaixonado por velocidade. No dia de sua morte, ele levava seu novíssimo Porsche Spyder conversível para uma corrida em Salinas, 90 quilômetros ao sul de São Francisco.
 
Testemunhas alegam que Dean não estava correndo no momento do acidente, e que o outro carro poderia estar rápido. Contudo, o crepúsculo e o brilho do sol poente podem ter impedido Turnupseed de ver o Porsche chegando. O mecânico Wütherich nunca superou o acidente e tentou o suicídio duas vezes ao longo da década de 60. Em 1967, esfaqueou a mulher 14 vezes numa tentativa frustrada de assassinado/suicídio. Ele morreu um acidente de carro por dirigir embriagado em 1981. Turnupseed morreu de câncer de pulmão em 1981. Existem também histórias envolvendo peças do carro de Dean, que foram parar em outros automóveis, que também acabaram envolvidos em outros acidentes fatais.
 
 

Imagem: In-house publicity still [Public domain], via Wikimedia Commons