Hoje na história

24.out.1932

Nasce Ziraldo, “pai” do Menino Maluquinho

Um dos mais celebrados ilustradores brasileiros nascia no dia 24 de outubro de 1932, em Caratinga, Minas Gerais. Trata-se de Ziraldo Alves Pinto que, além do talento para o desenho, também é pintor, jornalista, teatrólogo, chargista, caricaturista e escritor. Ele começou a carreira nos anos 50 em veículos como Jornal do Brasil, O Cruzeiro e Folha de Minas. A fama veio na década de 60, com o lançamento da primeira revista em quadrinhos brasileira feita por um só autor, A Turma do Pererê. Foi fundador e depois diretor do periódico O Pasquim, tabloide de oposição ao regime militar. O trabalho na revista foi uma das prováveis razões para a sua prisão nesta época. Ziraldo também fez sucesso com quadrinhos para adultos, especialmente The Supermãe e Mineirinho - o Comequieto. Em 1969, Ziraldo publicou o seu primeiro livro infantil, FLICTS, que conquistou fãs em todo o mundo. A partir de 1979, concentrou-se na produção de livros para crianças, e, em 1980, lançou O Menino Maluquinho, um dos maiores sucessos editoriais no Brasil. A obra já foi adaptada para teatro, quadrinhos, ópera infantil, videogame, internet e cinema. Seus trabalhos já foram traduzidos para diversos idiomas, como inglês, espanhol, alemão, francês, italiano e basco. Em 2008, se envolveu em uma polêmica por conta de uma indenização e de uma pensão vitalícia recebidas por ter sido perseguido durante o regime militar no Brasil. Alguns jornalistas e artistas que também sofreram durante a ditadura criticaram Ziraldo por ter aceito o dinheiro.

 


Imagem: Elsa Fiúza/ABr [CC BY 3.0 br], via Wikimedia Commons