Hoje na história

01.jan.1946

Nasce Roberto Rivelino, tricampeão mundial no México

No dia 1 de janeiro de 1946 nascia, em São Paulo, Roberto Rivelino, ex-jogador de futebol, tricampeão do mundo pela seleção brasileira e ex-jogador do Corinthians e do Fluminense. No final da década de 70, ele ainda defendeu o Al Hilal, da Arábia Saudita, antes da sua aposentadoria dos gramados. Após parar de jogar futebol, Rivelino também trabalhou como comentarista na TV durante os anos 1990. Jogador de técnica apurada na perna esquerda, ele tinha como características os ótimos lançamentos de longa distância, passes precisos, fortes chutes de longa e meia distância, além de ser um ótimo cobrador de faltas. Rivelino começou sua carreira nas categorias de base do Corinthians e atuou no time profissional entre 1965 a 1975. Chamado de “Reizinho” pela torcida, Rivelino não conquistou nenhum título importante pelo clube. Em 1974, o time perdeu a decisão do campeonato paulista para o Palmeiras e Rivelino foi eleito o “culpado” pela diretoria do clube. Depois disso, o jogador acertou sua transferência para o Fluminense, onde permaneceu por três temporadas. Pelo tricolor carioca, que nesta época tinha o time chamado de "Máquina Tricolor", conquistou o bicampeonato Estadual (75/76) e foi por duas vezes semifinalista do Brasileiro: em 1975 (perdeu para o Internacional) e 1976 (quando foi derrotado pelo Corinthians, na ocasião da “Invasão Corintiana” no Maracanã). Em 1978, o jogador foi para o Al Hilal, da Arábia Saudita, onde conquistou a Copa do Rei e bicampeonato nacional. Contudo, por conta de desentendimentos com o príncipe Kaled, Rivelino decidiu encerrar sua carreira aos 35 anos, em 1981. Pela seleção brasileira, ele foi um dos destaques do time de 1970 na conquista do tricampeonato mundial no México, onde foi apelidado de “Patada Atômica”. Na Copa de 1974, jogou bem, mas o restante do time não colaborou. No Mundial de 1978 ficou na reserva boa parte do tempo.

 

 


 

Imagem: Mieremet, Rob / Anefo [CC BY-SA 3.0 nl], via Wikimedia Commons