Todos os horários

Hoje na história

16.Feb.1958

Nasce Oscar Schmidt, o “mão santa” do basquete brasileiro

No dia 16 de fevereiro de 1958 nascia, na cidade de Natal (RN), Oscar Daniel Bezerra, ex-jogador de basquete e ídolo do esporte brasileiro. Com 2,05 m de altura, Oscar, conhecido como “mão santa", participou de cinco olimpíadas e é considerado um dos maiores jogadores da modalidade de todos os tempos, entre os que não atuaram na NBA.

As três coisas mais importantes da vida são a família, a religião e o país

Oscar também é o maior pontuador mundial de basquete, com 49.703 pontos. Este número, no entanto, não é oficial já que não havia súmulas de todos os jogos de Oscar no Brasil. A conta foi feita após estudos com o seu biógrafo, o jornalista e escritor Odir Cunha, autor do livro "Oscar Schmidt, a história do maior ídolo do basquete brasileiro". Entre as conquistas de Oscar está a medalha de ouro do Pan-Americano de Indianápolis, em 1987. No dia 23 de agosto, ele e o companheiro Marcel lideraram o time brasileiro na vitória contra a poderosa equipe dos Estados Unidos em uma virada histórica, com placar final de 120 x 115, na grande decisão. Foi a primeira que os Estados Unidos foram derrotadas em casa.

Não acredito em sorte. Talento é quem faz.

Fora sua brilhante passagem pela seleção brasileira, ele também foi um grande vencedor em todos os times que defendeu. Oscar começou sua carreira no Palmeiras, em 1974, e depois se transferiu para o Sírio, em 1978. A partir de 1982, atuou durante 11 temporadas na Itália, vestindo as camisas do Caserta e do Pavia neste período. Depois, foi para o espanhol Valhadolid. Em 1995, decidiu voltar para o Brasil, onde defendeu Corinthians, Bandeirantes (SP), Barueri (SP) e Flamengo. O rubro-negro foi seu último clube: em 2003, ele anunciou sua aposentadoria. Após deixar as quadras, Oscar atuou nos bastidores do basquete e, junto com outros atletas, montou uma liga independente de basquete.

 

Foto: Divulgação