Hoje na história

27.jan.1756

Nasce o gênio da música Wolfgang Amadeus Mozart

No dia 27 de janeiro de 1756 nascia, em Salzburg, um dos maiores compositores da história da música clássica: o austríaco Wolfgang Amadeus Mozart. Filho do violinista e compositor Leopold Mozart (1719-1787), tanto Mozart quanto sua irmã mais velha, Maria Anna (1751-1829), foram prodígios. Aos cinco anos, ele começou a compor e fez sua primeira apresentação pública. Em 1762, Leopold excursionou pela Europa com seus filhos, mostrando o "milagre que Deus permitiu nascer em Salzburgo". A primeira rodada de tour (1762-1769) foi até a França e a Inglaterra, onde Wolfgang conheceu Johann Christian Bach e escreveu sua primeira sinfonia (1764). Na Itália (1769-1774), Mozart viu pela primeira vez os quartetos de cordas de Joseph Haydn e escreveu sua primeira ópera italiana. Entre 1775 e 1777 compôs concertos para violino e suas primeiras sonatas para piano. Após a morte de sua mãe, em 1779, ele retornou a Salzburgo como organista da catedral. Deixou este cargo em 1781, foi morar com amigos e começou a carreira independente em Viena. Ele se casou com Constanze Weber, deu aulas de piano, escreveu “O Rapto do Serralho” (1782) e muitos de seus grandes concertos para piano. No final da década de 1780, ele havia conquistado sucesso com os quartetos de cordas dedicados a Haydn (que chamou Mozart de o maior compositor vivo), e as óperas

As Bodas de Fígaro” (1786), “Don Giovanni” (1787) e “Così fan tutte” (1790). Em seu último ano de vida, Mozart compôs a ópera “A Flauta Mágica” e “Réquiem” (inacabado). Apesar de seu sucesso, ele sempre estava sem dinheiro, possivelmente por causa de dívidas com o jogo e pela preferência por roupas caras. Com isso, pedia bastante dinheiro emprestado aos amigos. Sua morte prematura, no dia 5 de dezembro de 1791, aos 35 anos, pode ter sido resultado de uma infecção renal. Nenhum outro compositor deixou um legado tão grande como Mozat em tão pouco tempo de vida. O compositor faleceu em Viena, na Áustria.

 


 

Imagem: Barbara Krafft [Domínio público], via Wikimedia Commons