Hoje na história

11.Sep.1945

Nasce Franz Beckenbauer, um dos maiores nomes do futebol mundial

No dia 11 de setembro de 1945 nascia, em Munique, na Alemanha, Franz Anton Beckenbauer, um dos grandes nomes do futebol mundial, campeão da Copa do Mundo em 1974 como jogador e em 1990 como técnico. Seu apelido é der Kaiser ("O Imperador"). O meia Beckenbauer tinha como características o porte ereto, passadas largas e a cabeça sempre erguida, além da grande visão de jogo. Em sua primeira temporada profissional, pelo Bayern, o jovem Beckenbauer viu o rival Munique ser campeão da Bundesliga e igualar o número de conquistas às do seu time, que não tinha nenhuma expressão internacional. Apesar disso, sua performance o levaria à seleção alemã-ocidental e para a Copa do Mundo de 1966, de onde voltaram vice-campeões após perderem o título para a Inglaterra, o país sede. Na temporada seguinte, Beckenbauer obteve pelo seu clube o troféu da Recopa Europeia, o primeiro título internacional do time. Na temporada de 1968/69, viria finalmente o título do Bayern na Bundesliga, o primeiro troféu do clube no campeonato desde 1932. Ao todo, pelo time, Beckenbauer foi campeão Copa dos Campeões da UEFA (1973-1974, 1974-1975, 1975-1976), da Copa da Alemanha (1965-66, 1966-67, 1968-69, 1970-71), Recopa Europeia (1966-67), Campeonato Alemão (1968-69, 1971-72, 1972-73, 1973-74) e Copa Intercontinental (1976). Aos 33 anos, líder do Bayern desde os 22, Beckenbauer decidiu aceitar uma proposta do Cosmos, dos EUA. No mesmo ano (1977), perdeu lugar na seleção e ficou de fora da Copa de 1978. Após o terceiro Soccer Bowl pelo Cosmos, Beckenbauer resolveu voltar à Alemanha Ocidental, de olho na convocação para a Copa de 1982. Seu time desta vez foi o Hamburgo. Entretanto, ele não foi convocado para o mundial da Espanha e resolveu voltar ao Cosmos, onde se aposentou no ano seguinte, em 1983. Como treinador, logo em sua primeira experiência como técnico da Alemanha Ocidental, foi vice-campeão da Copa do Mundo de 1986, mas na sequência, ficou com o terceiro lugar na Eurocopa 1988, disputada em casa. No mundial seguinte, a Alemanha Ocidental reencontraria na final a Argentina, para quem perdeu o título anterior, mas, dessa vez, a Alemanha Ocidental levou a melhor. Depois da Copa, Beckenbauer deixou o posto para seu ex-colega Berti Vogts. Na sequência, treinou o francês Olympique de Marseille, mas não teve sucesso. As outras oportunidades como técnico vieram com o Bayern Munique, duas vezes, acumulando já a função de presidente. Foi campeão alemão em 1993-94, assumindo o cargo no decorrer da temporada. Em 1996, na segunda passagem, despediu-se com a Copa da UEFA de 1996. Beckenbauer também assumiu a superintendência do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2006, realizada na Alemanha.

 


Imagem: Bundesarchiv, Bild 183-1990-1127-023 / CC-BY-SA [CC BY-SA 3.0 de], via Wikimedia Commons