Todos os horários

Hoje na história

13.Jan.1999

Morre Nelson Werneck Sodré, militar, escritor, historiador e político brasileiro

No dia 13 de janeiro de 1999 morria na cidade de Itu, em São Paulo, Nelson Werneck Sodré, militar, escritor, historiador e político brasileiro. Nascido no Rio de Janeiro, no dia 27 de abril de 1911, ele começou sua carreia na grande imprensa em 1929. Com intensa produção, apenas entre 1938 e 1945 publicou algumas centenas de artigos e sete livros, entre eles “Formação da Sociedade Brasileira” (1944) e “O que se Deve Ler para Conhecer o Brasil” (1945). Ao mesmo tempo, ele desempenhava uma excelente carreira militar. Contudo, por conta de suas posições políticas, como ser contra a participação do Brasil na Guerra da Coreia, ele sofreu retaliações e teve que se conformar com cargos de pouca relevância. Em 1954, foi convidado a participar do IBESP - Instituto Brasileiro de Economia, Sociologia e Política. Depois, o órgão mudou de nome e passou a ser denominado ISEB - Instituto Superior de Estudos Brasileiros. A partir de 1955, a instituição foi fortalecida durante o governo JK em uma época que também culminou com uma nova fase de publicação de livros como “As Classes Sociais no Brasil” (1954) e “Introdução à Revolução Brasileira” (1958). Em 1963, o escritor lançou o livro “Quem Matou Kennedy”, lançado em dezembro, somente duas semanas após o assassinato do presidente dos EUA. Com o golpe militar de 1964, Werneck teve os seus direitos políticos cassados e foi proibido de lecionar e escrever artigos na imprensa. Em vez de se exilar, escolheu lutar escrevendo seus livros. Durante o regime militar, ele ainda teve obras apreendidas de livrarias e de depósitos das editoras. Deste período até sua morte, o escritor publicou aproximadamente outros 30 livros.

 


Imagem: via Biblioteca Nacional Digital Brasil