Todos os horários

Hoje na história

13.Mar.1992

Morre Irmã Dulce, a Beata dos Pobres

No dia 13 de março de 1992 morria, em Salvador (BA), Maria Rita de Sousa Brito Lopes Pontes, mais conhecida como Irmã Dulce, Beata Dulce dos Pobres ou Bem-Aventurada Dulce dos Pobres. Ela foi uma religiosa católica, conhecida por suas obras de caridade e de assistência. Nascida na capital baiana, no dia 26 de maio de 1914, ela chegou a ser indicada ao prêmio Prêmio Nobel da Paz pelo então presidente José Sarney, com o apoio da rainha Sílvia da Suécia. Em 2000, recebeu do papa João Paulo II o título de Serva de Deus. Em maio de 2011, foi beatificada em Salvador. A celebração da sua festa litúrgica é no dia 13 de agosto. Irmã Dulce trabalhou durante mais de 50 anos para a caridade. Entre suas obras, estão a fundação do Hospital Santo Antônio, do Centro Educacional Santo Antônio (CESA) e do Círculo Operário da Bahia. Mesmo com a saúde frágil, Irmã Dulce construiu e manteve uma das maiores e mais respeitadas instituições filantrópicas do país. No dia 11 de novembro de 1990, ela começou a ter problemas respiratórios e foi internada no hospital. Em 20 de outubro de 1991, recebeu no convento, em seu leito de morte, a visita do Papa João Paulo II para receber a bênção e extrema unção. Ela morreu em seu quarto, de causas naturais, aos 77 anos.

 


 

Foto: André Koehne (Meu desenho) [GFDL, CC-BY-SA-3.0 or CC BY-SA 2.5-2.0-1.0], via Wikimedia Commons