Hoje na história

08.jul.1987

Morre Gerardo Diego Cendoya

Gerardo Diego Cendoya nasceu em 3 de Outubro de 1896 e faleceu em 8 de Julho de 1987. Foi um destacado poeta e escritor espanhol pertencente à chamada Geração de 27 (grupo de escritores unidos com o fim de reivindicar a poesia misturando tradição com vanguardismo). Como professor, deu cursos e conferências por todo o mundo. Foi, além disso, crítico literário, musical e também colunista em vários jornais de seu país natal. Entre suas obras destacam-se: El Romancero de la Novia, Santander, Imp. J. Pérez, 1920. Imagem. Poemas (1918-1921), M., Gráfica de Ambos Mundos, 1922. Soria. Galería de Estampas y Efusiones, Valladolid, Libros para Amigos, 1923. Manual de Espumas, M., Cuadernos Literarios (La Lectura), 1924. Versos Humanos, M., Renacimiento, 1925 (Premio Nacional de Literatura 1924-1925). Viacrucis, Santander, Talleres Aldus, 1931. Fábula de Equis y Zeda, México, Alcancía, 1932 y Poemas Adrede, México, Alcancía, 1932.

 


Imagem: Emeric Tauss Torday (Trabajo propio) [CC BY 2.5 es], undefined