Hoje na história

16.Aug.1900

Morre Eça de Queirós, escritor português e autor do livro "Os Maias"

No dia 16 de agosto de 1900 morria, na sua casa em Neuilly, perto de Paris, José Maria de Eça de Queirós, considerado um dos mais importantes escritores portugueses. Ele foi autor de livros consagrados como “Os Maias” e “O crime do Padre Amaro”. Nascido no dia 25 de novembro de 1845, em Póvoa de Varzim, em Portugal, seus trabalhos foram traduzidos para aproximadamente 20 idiomas. Além de escritor, também exerceu a carreira diplomática, a partir de 1873, quando foi nomeado cônsul em Havana. Seus anos mais produtivos, contudo, foram na Inglaterra, entre 1874 e 1878, quando trabalhou em Newcastle e Bristol, onde escreveu “A Capital”. Também publicou esporadicamente no "Diário de Notícias", de Lisboa. Depois, em 1888, foi nomeado cônsul em Paris. Casou-se aos 40 anos com Emília de Resende, com quem teve quatro filhos: Alberto, Antônio, José Maria e Maria. Eça de Queirós morreu no dia 16 de agosto de 1900, na sua casa de Neuilly, perto de Paris.

 


Imagem: Biblioteca Nacional de Portugal [Domínio público], via Wikimedia Commons