Todos os horários

Hoje na história

09.Nov.1964

Morre Cecília Meireles, poeta, pintora, professora e jornalista

No dia 9 de novembro de 1964, morria no Rio de Janeiro, a poeta, pintora, professora e jornalista Cecília Benevides de Carvalho Meireles. Nascida no dia 7 de novembro de 1901, cedo, aos 18 anos, publicou seu primeiro livro de poesias, chamado Espectro. Embora tivesse a influência do Modernismo, sua obras apresentavam traços de outros movimentos como o Simbolismo, Romantismo, Realismo e Surrealismo. Em 1922, se casou com o artista plástico português Fernando Correia Dias, com quem teve três filhas. Em 1935, seu marido cometeu suicídio, vítima de depressão. Ela voltou a se casar cinco anos depois, com o professor e engenheiro agrônomo Heitor Vinícius da Silveira Grilo. Como jornalista, Cecília Meireles publicou textos sobre educação e, em 1934, montou a primeira biblioteca infantil do Brasil. Ela também se destacou na poesia e literatura infantil com textos como Leilão de Jardim, O Cavalinho Branco, Colar de Carolina, O mosquito escreve, Sonhos da menina, O menino azul e A pombinha da mata. Em 1939, publicou Viagem, livro que recebeu o Prêmio de Poesia da Academia Brasileira de Letras. Católica, também escreveu textos em homenagem a santos.

 


Imagem: via Wikimedia Commons