Hoje na história

01.nov.1520

Fernão de Magalhães descobre o caminho marítimo entre o Atlântico e o Pacífico

No dia 1 de novembro de 1520 o navegador português Fernão de Magalhães descobriu o caminho que liga os oceanos Atlântico e Pacífico no extremo sul da América do Sul. Financiado pela coroa espanhola, Magalhães partiu de Servilha, à frente de uma expedição de cinco navios, no dia 10 de agosto de 1519, para uma viagem que deveria se a primeira circum-navegação ao globo. Após três meses navegando no mar eles avistaram um tempestuoso canal que denominaram "De Todos os Santos". Na realidade eles estavam diante do que seria mais tarde chamado "Estreito de Magalhães", um perigoso trecho interoceânico que era procurado desde a chegada dos europeus à América em 1492. O mar e as marés transformaram a travessia deste trecho em uma odisseia. Já no oceano Pacífico, a expedição ainda teve que superar problemas como a fome e as doenças.

Fernão de Magalhães, contudo, não viu seu sonho de cruzar o globo ser realizado. No dia 27 de abril de 1521, ele foi morto na batalha em Cebu, nas Filipinas, aos 41 anos. A expedição seguiu e, posteriormente, foi chefiada por Juan Sebastián Elcano até o regresso à Europa. Em julho de 1522, chegou a Sevilha a embarcação Vitória, a única que restou da esquadra original. Estavam a bordo 18 tripulantes sob comando de Juan Sebastian Elcano. Eles foram os únicos que sobreviveram de uma expedição que, inicialmente, tinha 234 homens. O estreito de Magalhães é uma passagem navegável de aproximadamente 600 quilômetros . Ele está entre o continente ao norte e a Terra do Fogo e o Cabo Horn ao sul.

 


Imagem: [Domínio público], via Wikimedia Commons