Hoje na história

31.DEZ.1964

É criado o Banco Central do Brasil

Em 31 de dezembro de 1964 o Banco Central do Brasil foi criado pela da Lei nº 4.595. Assim como os outros bancos centrais do mundo, o brasileiro é uma das principais autoridades monetárias do país. A instituição desempenha o papel de "banco dos bancos".

O Banco Central é o principal agente financeiro do governo e também o depositário do Tesouro Nacional (além de representar o governo perante as instituições financeiras internacionais). A instituição monitora o sistema financeiro nacional (e sua movimentação diária), além de autorizar o funcionamento das instituições financeiras nacionais e estrangeiras dentro do país (bem como exercer a fiscalização das mesmas). O BC também emite moeda metálica e papel–moeda em todo o país, em quantidade a ser definida e autorizada pelo Conselho Monetário Nacional.

A função de gestor cambial também é exercida pelo banco. Ou seja, o Banco Central é o responsável pelas reservas cambiais do país em ouro e em moeda estrangeira (a principal delas, por enquanto, ainda é o dólar). Como executor das políticas monetária e cambial, o BC insere ou retira moeda do mercado, regula as taxas de juros, e controla a quantidade de moeda estrangeira em circulação no país.

A instituição provê empréstimos exclusivos aos membros do sistema financeiro a fim de regular a liquidez ou mesmo evitar falências que poderiam causar uma reação em cadeia de falências bancárias. Ela também mantém os depósitos compulsórios dos bancos comerciais, regulando assim a multiplicação da moeda escritural no mercado (é como se todos os bancos e demais instituições financeiras fossem "clientes" do Banco Central).


Imagem: Wilson Dias/Agência Brasil/Reprodução