Hoje na história

23.DEZ.1888

Depressivo, Vincent Van Gogh corta parte da sua orelha

No dia 23 de dezembro de 1888, o pintor pós-impressionista Vincent Van Gogh, que sofria de depressão, cortou parte de sua orelha esquerda, na cidade francesa de Arles. O pintor levou o pedaço cortado para uma prostituta amiga sua. O motivo da automutilação teria sido um desentendimento com Gauguin, durante uma caminhada, em que Van Gogh mostrou uma navalha aberta e assustou o amigo. Após cortar a própria orelha, Van Gogh voltou para sua casa e dormiu como se nada houvesse acontecido. Ele foi encontrado pela polícia desmaiado e ensanguentado. Foi levado ao hospital, onde ficou por 14 dias. Assim que recebeu alta, pintou o “Auto Retrato com a Orelha Cortada”. Após o episódio, o comportamento de Van Gogh piorou e ele começou a sofrer com paranoias, imaginando que alguém quer lhe envenenar. Com isso, sofre novas internações, mas nenhuma delas dá resultado definitivo. Deprimido, no dia 27 de julho de 1890 o pintor vai ao campo, onde teria dado um tiro contra o próprio peito. Ele morreu dois dias depois, em Auvers-sur-Oise, aos 37 anos de idade.

 

Clique aqui e saiba mais sobre a história de Vincent van Gogh

 


 

Imagem: Vincent van Gogh / Kunsthaus Zürich [Domínio público], via Wikimedia Commons