Todos os horários
13.Jul.1943

Chega ao fim a maior batalha de tanques da história

A batalha de Kursk, envolvendo cerca de seis mil tanques, dois milhões de homens e cinco mil aeronaves, terminava em um dia como este, no ano de 1943, com a ofensiva alemã repelida pelos soviéticos a um custo extremamente pesado.

No início de julho, a Alemanha e a URSS concentraram suas forças perto da cidade de Kursk, na Rússia ocidental. O ataque alemão começou no dia 5 de julho e 38 divisões, quase metade delas de blindados, iniciaram a movimentação a partir do sul e do norte. No entanto, os soviéticos mostraram superioridade em relação aos tanques e no apoio aéreo do que em batalhas anteriores. Apenas em uma das lutas, a artilharia antitanque soviética destruiu 40% dos blindados alemães, incluindo os então novos tanques Mark VI Tiger. Após seis dias de guerra concentrados perto Prokhorovka, ao sul de Kursk, o marechal alemão Gunther von Kluge cancelou a ofensiva e, em 23 de julho, os soviéticos forçariam os alemães ao retorno às suas posições de origem.

No início de agosto, os soviéticos começaram uma grande ofensiva nos arredores de Kursk, e dentro de algumas semanas, os alemães decidiram pela retirada ao longo de toda a frente oriental.

 


Imagem: Bundesarchiv, Bild 101III-Zschaeckel-206-35 / Zschäckel, Friedrich / CC-BY-SA [CC BY-SA 3.0 de], via Wikimedia Commons