Todos os horários

Hoje na história

03.DEZ.1976

Bob Marley sofre tentativa de assassinato na Jamaica

Lenda do reggae, o músico Bob Marley sofria uma tentativa de assassinato em um dia como este, no ano de 1976, em Kingston, na Jamaica. O atentado aconteceu dois dias antes do "Smile Jamaica" (Sorria Jamaica), um show gratuito organizado pelo primeiro-ministro jamaicano Michael Manley em uma tentativa de aliviar a tensão entre dois grupos políticos rivais. Nesta dia, homens armados invadiram a casa de Bob Marley. A sua esposa e seu gerente Don Taylor sofreram ferimentos graves enquanto o músico foi ferido sem gravidade no peito e no braço. Possivelmente, o atentado teve motivações politicas, já que muitos sentiram que Bob Marley poderia estar fazendo um ato em apoio a Manley.

Contudo, apesar do susto, Marley foi para o palco para fazer o show. Quando perguntado qual o motivo para cantar mesmo ferido ele respondeu: "As pessoas que estão tentando fazer este mundo pior não tiram nenhum dia de folga. Como eu posso?" Uma multidão de 80 mil assistiu ao show. Bob Marley morreu no dia 11 de maio de 1981, em Miami (EUA), em decorrência de um câncer de pele que se espalhou para outras partes do seu corpo. Ele foi casado com Rita Marley, mãe de quatro de seus 12 filhos (dois deles adotados). Entre eles estão Ziggy e Stephen Marley, que deram sequência ao legado musical do pai na banda Melody Makers. Outros filhos, Kymani, Julian e Damian (Jr. Gong) também seguiram no meio musical.

 

Clique aqui e saiba mais sobre a história de Bob Marley

 


Imagem: By Eddie Mallin [CC BY 2.0], via Wikimedia Commons