setembro 2017

set 30

Rede social Orkut deixa de operar

Após 10 anos de vida, o Orkut chegava ao fim de suas operações em 30 de setembro de 2014. A rede social, ligada à Google, tornou-se extremamente popular no Brasil, que, ao lado da Índia, formava a maior audiência do Orkut no mundo. O nome um tanto quando diferente era derivado de Orkut Büyükkökten, um engenheiro turco do Google, chefe do projeto.

Os brasileiros somavam mais de 30 milhões de usuários no Orkut, que depois perdeu popularidade à medida que seus usuários migraram para o Facebook. A sede do Orkut funcionava na Califórnia até agosto de 2008, quando a Google anunciou que o Orkut seria operado no Brasil pela sede da gigante da internet no país.

Depois de sua extinção, a Google criou um museu com aproximadamente 51 milhões de comunidades. As informações armazenadas ficam disponíveis para download até setembro de 2016. 

 

Imagem: Shutterstock.com

30.Set.2014
Ler mais
leer menos

Nasce o músico Durval Lima, o Xororó

Umas das maiores vozes do sertanejo nacional, Durval de Lima, mais conhecido como Xororó, nasceu no dia 30 de setembro de 1957. Ao lado do irmão Chitãozinho, tornou-se um dos principais expoentes deste gênero musical com sucessos como Fio de Cabelo, No Rancho Fundo e A Majestade o Sabiá, com 37 milhões de discos vendidos, 36 álbuns inéditos, oito DVDs, três prêmios Grammy e centenas de discos de ouro, platina e diamante, ao longo dos mais de 40 anos de carreira.

 

Nascido em uma família de músicos em Astorga (PR) e com um agudo bem característico, Xororó fazia a primeira voz, enquanto seu irmão Chitãozinho era a segunda. A dupla foi a primeira a emplacar o sertanejo nas rádios FM no Brasil e a colocar o gênero do país no topo das paradas da Billboard. Além da música, a dupla também era conhecida pelo seu estilo visual. Os cabelos mullet, mania nacional nas décadas de 80 e 90, as calças justas, as botas e os chapéus marcaram toda uma geração.

 

Obtiveram o primeiro lugar no show de calouros de Sílvio Santos com a música “Besta Ruana”, de Tonico & Tinoco, ainda como “Irmãos Lima”, nome artístico da dupla até o radialista Geraldo Meirelles rebatizá-la de Chitãozinho & Xororó, nome de um grande sucesso de Athos Campos e Serrinha, composto em 1947, que falava de aves brasileiras. Com este “novo” nome gravaram o primeiro disco, Galopeira, em 1970.

 

Em 1978, com 60 Dias Apaixonados, conquistaram o primeiro disco de ouro da carreira. Dois anos depois, triplicaram as vendas com Amante Amada (600 mil cópias) e levaram para casa um disco duplo de platina. Mas foi com Fio de Cabelo, do álbum Somos Apaixonados, de 1982, que aconteceu, de fato, a grande explosão da dupla. A música estourou nas rádios do Brasil e o disco alcançou o número de 1,5 milhão de cópias vendidas, tornando-se um marco na carreira de Chitãozinho & Xororó e rompendo as barreiras do preconceito contra o gênero sertanejo.

 

A dupla também tocou com grandes nomes da música como Bee Gees, Roberto Carlos, Caetano Veloso, Djavan, Zé Ramalho, Ivete Sangalo, Simone, Lulu Santos, o rapper Cabal, a banda Fresno, Andreas Kisser, do Sepultura, Maria Gadú, Alexandre Pires, Fafá de Belém, Fábio Jr. e o maestro João Carlos Martins.

 

Imagem: Sérgio Savarese [CC BY 2.0], via Wikimedia Commons

30.Set.1957
Ler mais
leer menos