setembro 2017

set 25

Estreia o anime Ranma ½ no Japão

No dia 25 de setembro de 1992 tinha início a exibição original do anime Ranma ½, produzido pela Kitty Films e exibido Fuji Television, no Japão. A produção foi uma adaptação do mangá-comédia de mesmo nome criado por por  Rumiko Takahashi, de 1987 a 1996. A trama é em torno de um menino chamado Ranma Saotome, que é estudante de artes marciais. Durante uma jornada de treinamento nas montanhas, o garoto e o seu pai caem em águas amaldiçoadas. Ele acaba transformado em uma bela garota, enquanto seu pai vira um panda. A maldição se desfaz temporariamente quando o garoto toma um banho quente. No meio dessa história, ocorre um casamento arranjado,  e o fator comédia entra aí. Ranma ½ possui 161 episódios, divididos em sete temporadas e dois filmes produzidos.No Brasil, o anime foi exibido pelo Cartoon Network, entre 2006 e 2007, e PlayTV.Imagem: Jose Gil / Shutterstock.com

25.Set.1992
Ler mais
leer menos

Primeiro cabo telefônico transatlântico submarino é inaugurado

O primeiro sistema de cabo telefônico transatlântico submarino, o TAT-1 (Transatlantic No. 1), foi inaugurando em uma cerimônia em Londres, em um dia como este, no ano de 1956. Ele foi construído entre Gallanach Bay, na Escócia, e Clarenville, Newfoundland, no Canadá, entre 1955 e 1956. Este cabo ficou em atividade até 1978.
 
Nas suas primeiras 24 horas de existência, foram realizadas 588 chamadas entre Londres e EUA e outras 119 entre Londres e Canadá. Inicialmente, sua capacidade era de 36 canais, depois foi ampliada para 48.
 
Desde então, muitos outros sistemas de comunicação foram instalados nos oceanos da Terra, formando uma vasta e gigantesca rede ao redor do globo. Atualmente, a maior parte desses cabos é de fibra óptica (a partir de 1988), que recebem uma proteção bastante reforçada para trabalhar sob o mar. Para reduzir o risco de acidentes, os cabos são identificados em cartas náuticas e estão em áreas de proteção. Nessas regiões, atividades como a pesca são proibidas, pois isso pode danificar os cabos. Contudo, âncoras de navios e até mesmo tubarões representam ameaças para este sistema. Apesar do uso das comunicações por satélite, boa parte dos dados e de voz ainda são transmitidos por estes cabos. Um rompimento em um cabo no Mediterrâneo, em 2008, por exemplo, deixou Índia, Egito e alguns países do Oriente Médio com problemas de acesso à internet e ao telefone. 
 
25.Set.1956
Ler mais
leer menos