setembro 2017

set 18

Black Sabbath lança o álbum Paranoid

O grupo inglês Black Sabbath lançava no dia 18 de setembro de 1970 o seu segundo álbum de estúdio, Paranoid, considerado por muitos especialistas um verdadeiro marco na história do rock e do heavy metal. Paranoid foi o único álbum do grupo a alcançar o top das paradas inglesas até o o lançamento de "13", em 2013. O segundo álbum contém algumas das músicas mais significativas do Black Sabbath como "Iron Man", "War Pigs" e "Paranoid", a faixa-título.

O álbum recebeu, originalmente, o título de "War Pigs", mas a gravadora decidiu mudar o nome por possíveis controvérsias que isso poderia gerar na época por causa da Guerra do Vietnã. A banda ficou surpresa pela escolha de "Paranoid" como faixa-título, já que a música foi composta rapidamente. Apesar disso, todos os integrantes sabiam que canção teria um grande potencial para cativar o público. E foi isso o que aconteceu: mesmo décadas após o lançamento inicial de Paranoid, o álbum é considerado o melhor disco do Black Sabbath e até o melhor álbum de heavy metal de todos os tempos. 

No começo dos anos 70, o disco também provocou polêmica. Um enfermeira norte-americana cometeu suicídio, e o disco Paranoid foi encontrado no seu toca-discos. Na época, chegou-se a cogitar nas investigações que o álbum - de letras pesadas e agressivas - poderia ter influenciado na sua decisão, mas, no final, ficou decidido que o Black Sabbath não tinha culpa pela morte da mulher.

O grupo inglês Black Sabbath lançava no dia 18 de setembro de 1970 o seu segundo álbum de estúdio, Paranoid, considerado por muitos especialistas um verdadeiro marco na história do rock e do heavy metal. Paranoid foi o único álbum do grupo a alcançar o top das paradas inglesas até o o lançamento de "13", em 2013. O segundo álbum contém algumas das músicas mais significativas do Black Sabbath como "Iron Man", "War Pigs" e "Paranoid", a faixa-título.

O álbum recebeu, originalmente, o título de "War Pigs", mas a gravadora decidiu mudar o nome por possíveis controvérsias que isso poderia gerar na época por causa da Guerra do Vietnã. A banda ficou surpresa pela escolha de "Paranoid" como faixa-título, já que a música foi composta rapidamente. Apesar disso, todos os integrantes sabiam que canção teria um grande potencial para cativar o público. E foi isso o que aconteceu: mesmo décadas após o lançamento inicial de Paranoid, o álbum é considerado o melhor disco do Black Sabbath e até o melhor álbum de heavy metal de todos os tempos. 

No começo dos anos 70, o disco também provocou polêmica. Um enfermeira norte-americana cometeu suicídio, e o disco Paranoid foi encontrado no seu toca-discos. Na época, chegou-se a cogitar nas investigações que o álbum - de letras pesadas e agressivas - poderia ter influenciado na sua decisão, mas, no final, ficou decidido que o Black Sabbath não tinha culpa pela morte da mulher.

O grupo inglês Black Sabbath lançava no dia 18 de setembro de 1970 o seu segundo álbum de estúdio, Paranoid, considerado por muitos especialistas um verdadeiro marco na história do rock e do heavy metal. Paranoid foi o único álbum do grupo a alcançar o top das paradas inglesas até o o lançamento de "13", em 2013. O segundo álbum contém algumas das músicas mais significativas do Black Sabbath como "Iron Man", "War Pigs" e "Paranoid", a faixa-título.

O álbum recebeu, originalmente, o título de "War Pigs", mas a gravadora decidiu mudar o nome por possíveis controvérsias que isso poderia gerar na época por causa da Guerra do Vietnã. A banda ficou surpresa pela escolha de "Paranoid" como faixa-título, já que a música foi composta rapidamente. Apesar disso, todos os integrantes sabiam que canção teria um grande potencial para cativar o público. E foi isso o que aconteceu: mesmo décadas após o lançamento inicial de Paranoid, o álbum é considerado o melhor disco do Black Sabbath e até o melhor álbum de heavy metal de todos os tempos. 

No começo dos anos 70, o disco também provocou polêmica. Um enfermeira norte-americana cometeu suicídio, e o disco Paranoid foi encontrado no seu toca-discos. Na época, chegou-se a cogitar nas investigações que o álbum - de letras pesadas e agressivas - poderia ter influenciado na sua decisão, mas, no final, ficou decidido que o Black Sabbath não tinha culpa pela morte da mulher.

 

Imagem: [Fair use], via Wikimedia Commons

18.Set.1970
Ler mais
leer menos

Rússia é admitida na Liga das Nações

A União Soviética entrou para a Liga das Nações em um dia como este, no ano de 1934. Os passos que encaminharam esta decisão foram dados dois anos antes, a partir de 1932, quando os soviéticos participaram da Conferência Mundial do Desarmamento. Em 1933, foram estabelecidas relações diplomáticas entre os Estados Unidos e a URSS, quando, em novembro, o presidente recém-eleito dos EUA, Franklin D. Roosevelt decidiu reconhecer formalmente o governo comunista de Stalin e negociou um novo acordo comercial entre as duas nações. Contudo, pouco mais de cinco anos após sua adesão à Liga, a URSS foi expulsa por causa de um ataque à Finlândia.
 
Para expulsar a URSS, a Liga quebrou sua própria regra: apenas 7 dos 15 membros do Conselho votaram a favor da medida (Grã-Bretanha, França, Bélgica, Bolívia, Egito, África do Sul e República Dominicana), menos do que a maioria necessária pelo pacto. Vale lembrar que três destes membros entraram para a Liga um dia antes da votação (África do Sul, Bolívia e Egito). Esse foi um dos atos finais da Liga, que praticamente deixou de atuar por causa da Segunda Guerra Mundial.
 
A Liga das Nações, com sede em Genebra, na Suíça, foi uma organização intergovernamental fundada como resultado da Conferência de Paz de Paris, que terminou a Primeira Guerra Mundial. Foi a primeira organização internacional com a missão principal de manter a paz mundial. A maior expansão da Liga aconteceu entre 1934 e 1935, quando havia 58 membros. A entidade foi dissolvida em 20 de abril de 1946 e foi substituída pelas Nações Unidas.
 
18.Set.1934
Ler mais
leer menos

Primeira emissora de TV do Brasil, a Tupi, é inaugurada em SP

A primeira emissora de televisão do Brasil, a TV Tupi de São Paulo, era fundada em um dia como este, no ano de 1950. Ela pertencia aos Diários Associados, de Assis Chateaubriand. A Tupi paulista permaneceu como única rede de TV brasileira até o ano seguinte, quando o mesmo grupo fundou a TV Tupi Rio. O monopólio foi quebrado em 1952, com a inauguração da TV Paulista, canal 5 VHF.

A Tupi de São Paulo era transmitida no canal 3 até 1960, quando passou ao canal 4 até o fim das suas atividades, em 18 de julho de 1980, quando todas as concessões da Rede Tupi foram cassadas.

Um pouco depois do seu fechamento, o empresário Sílvio Santos adquiriu a concessão do canal 4. Surgia assim o SBT São Paulo, geradora do Sistema Brasileiro de Televisão. O prédio onde funcionava a TV Tupi, construído por Assis no alto do Avenida Sumaré, em São Paulo, abriga hoje a MTV Brasil.

 


Imagem: divulgação

18.Set.1950
Ler mais
leer menos