setembro 2017

set 13

Lançado game Super Mario, um ícone de gerações

Um marco na história dos games, o jogo Super Mario foi lançando em 13 de setembro de 1985 pela Nintendo. Também conhecido como Super Mario Bros ou apenas Mario, é o produto central da franquia Mario. O game foi criado pelo desenvolvedor e designer de jogos eletrônicos japonês Shigeru Miyamoto, servindo de mascote da Nintendo. Mario é retratado como um encanador italiano, baixinho e gorducho. 

Ao menos um jogo Super Mario foi lançado para todas os principais consoles da Nintendo. A partir de março de 2011, o game se tornou o mais vendido da história e Mario tornou-se um dos personagens mais famosos da cultura dos games.

Os jogos do Super Mario ocorrem no mundo ficcional do Reino do Cogumelo. Geralmente, Mario é o principal jogador, mas ele também pode estar acompanhado por seu irmão, Luigi, e, ocasionalmente, por outros membros do elenco. 

Em suas aventuras para salvar a Princesa Peach, Mario pula no topo de plataformas e inimigos em varias fases temáticas, onde, ao final de cada uma, enfrenta "chefões", como Bowser. O primeiro título da série, a versão de 1985, foi lançado para o console Nintendo Entertainment System (NES), com conceitos de jogabilidade e elementos estabelecidos que prevalecem em quase todos os jogos Super Mario até hoje. Tratam-se de alguns superpoderes adquiridos por Mario, como ficar maior e poder arremessar bolas de fogo contra os seus inimigos.

Além do videogame, a franquia Super Mario também inclui outros gêneros de games, cinema, televisão, mídia impressa e de produtos em geral.

 

Imagem: Nintendo [Domínio público], via Wikimedia Commons

13.Set.1985
Ler mais
leer menos

Acontece o famoso episódio do “verão da lata”

Sem querer, os tripulantes do navio Solana Star acabaram entrando de vez no imaginário brasileiro como os protagonistas do episódio que ficou conhecido como “o verão da lata” (1987/1988). No dia 13 de setembro de 1987, a embarcação proveniente da Austrália precisou parar na costa brasileira para fazer reparos. Seu destino final eram os Estados Unidos. Contudo, havia um problema muito maior do que o mecânico: o navio carregava nada menos do que 22 toneladas de maconha.

A tripulação, temendo ser presa no Brasil, resolveu lançar ao mar todo o carregamento. Desta maneira, eles deixaram para trás 15 mil latas cheias de maconha, cada uma com 1,3 ou 1,5 quilo de erva. Assim, muitas e muitas latas se espalharam pelo litoral, levadas pela maré, do Rio de Janeiro até o Rio Grande do Sul. A polícia só conseguiu apreender 2.563 latas, conforme os registros oficiais. O resto foi consumido ou se perdeu nos mares brasileiros. A tripulação registrada no navio era formada por seis norte-americanos e um costa-riquenho, com idades entre 32 e 52 anos. Somente o cozinheiro foi preso na época, no Rio de Janeiro.

O navio foi apreendido e leiloado, ganhando um novo nome: Tunamar, destinado a pesca de atum. Sua vida útil, no entanto, durou muito pouco. Logo em sua viagem inaugural, em 11 de outubro de 1994, afundou quando fazia uma viagem de Niterói ao litoral de Santa Catarina.

 

Imagem: divulgação

13.Set.1987
Ler mais
leer menos