Filtrar

Login

O inicia sesion con...

History Logo
Aplicar

HOJE É O ANIVERSÁRIO DE: 0

El envio se ha realizado con éxito

Cerrar
Enviales que paso el día de tu cumple
  • Josefina Maier
  • Stanislas Wawrinka
  • Alejandro Giardino
  • Paul Simonon
  • Joe Strumer
Enviar

agosto 2017

04 de agosto
1953 D.C.

Morre o empresário Percival Farquhar

Terça, Agosto 04, 1953 D.C.

Percival Farquhar, um dos empresários mais poderosos que o Brasil já conheceu, morreu no dia 4 de agosto de 1953 em Nova York, nos Estados Unidos. O norte-americano, nascido em uma família rica da Pensilvânia, foi o maior investidor privado do...Ler mais

Percival Farquhar, um dos empresários mais poderosos que o Brasil já conheceu, morreu no dia 4 de agosto de 1953 em Nova York, nos Estados Unidos. O norte-americano, nascido em uma família rica da Pensilvânia, foi o maior investidor privado do nosso país entre 1905 e 1918. O empreendedor se notabilizou por sua atuação na indústria ferroviária e pela exploração de minério de ferro. Antes de vir para o Brasil, Farquhar havia sido alto executivo de duas companhias ferroviárias nos Estados Unidos, a Atlantic Coast Electric Railway Co. e a Staten Island Electric Railway Co. Além disso, ele já havia conquistado a concessão de ferrovias em Cuba e Guatemala. Em 1904, ele funda a Rio de Janeiro Light & Power, junto com o engenheiro norte-americano F. S. Pearson e o advogado canadense Alexander Mackenzie. Essa empresa explorava serviços como o transporte de bondes, iluminação a gás e energia hidrelétrica.  No ano seguinte, Farquhar começa a atuar no norte do país, com a obtenção da concessão para construir e explorar o Porto de Belém. Em 1906, funda a Brazil Railway Company, com o objetivo de construir um grande sistema ferroviário unificado. Um de seus empreendimentos mais monumentais foi a construção da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré. A ferrovia, que estendia-se por 366 quilômetros no coração da Amazônia, foi construída entre 1907 e 1912.Em 1908, a empresa de Farquhar adquiriu o controle da Companhia de Estrada de Ferro São Paulo-Rio Grande. Mais tarde arrendou a Estrada de Ferro Sorocabana e adquiriu a maior parte das ações das estradas de ferro Mojiana e Paulista. Apoiado geralmente em capitais europeus, continuou a expansão de seu império ferroviário no Sul adquirindo outras linhas nessa região e nos países vizinhos. Farquhar também investiu na exploração de madeira na área contestada entre Paraná e Santa Catarina, por meio da Southern Brazil Lumber & Colonization Company. A concessão de terras que o governo brasileiro fez à empresa de Farquhar foi um dos pivôs de um conflito na região conhecido como Guerra do Contestado. Seu império começou a entrar em decadência em 1914, devido ao início da Primeira Guerra Mundial. Mesmo assim, em 1919 ele adquiriu a Itabira Iron Ore Company, empresa especializada na exploração de minério de ferro. Farquhar pretendia extrair o minério de ferro de Itabira para exportá-lo - ao ritmo de cerca de 4 milhões de toneladas/ano. Nessa época, políticos nacionalistas, liderados pelo então governador de Minas Gerais, Artur Bernardes, faziam forte oposição à atuação de Farquhar. O empresário sofre seu primeiro percalço quando Bernardes se torna presidente da república, em 1922. Ele promulgou uma lei que taxava em 3 mil réis por tonelada o minério de ferro que fosse exportado em bruto, inviabilizando assim o negócio do americano.Getúlio Vargas foi outro ferrenho opositor de Farquhar. Depois que a Constituição de 1937 foi outorgada, a exploração de minérios passaria a depender da concessão do governo. Com isso, o contrato da Itabira Iron Ore caducou. Como alternativa, o americano fundou a Companhia Brasileira de Mineração e Siderurgia (CBMS).  Sofrendo pressões por parte dos seus grupos apoiadores, os nacionalistas e militares, Getúlio confiscou todo o patrimônio de Percival Farquhar nesse setor e formou uma nova empresa estatal em 1942, a Companhia Vale do Rio Doce. Era o fim do império do americano.  Imagem: Wikimedia Commons

leer menos
1997 D.C.

Primeira história do mangá One Piece é publicada

Segunda, Agosto 04, 1997 D.C.

Em 4 de agosto de 1997 foi publicada a primeira história do mangá One Piece. Sua estreia aconteceu na edição 34 da revista japonesa Weekly Shōnen Jump e a série é publicada até hoje. A trama segue as aventuras do jovem Monkey D. Luffy, que...Ler mais

Em 4 de agosto de 1997 foi publicada a primeira história do mangá One Piece. Sua estreia aconteceu na edição 34 da revista japonesa Weekly Shōnen Jump e a série é publicada até hoje. A trama segue as aventuras do jovem Monkey D. Luffy, que ganha poderes especiais após comer a fruta da borracha. Com sua tripulação de piratas, ele explora o mundo para encontrar o maior tesouro do mundo, o One Piece, e se tornar o próximo Rei dos Piratas.

One Piece, que foi criada por Eiichiro Oda, em pouco tempo se transformou no mangá mais vendido da história. Em 2015 a série já havia atingido a marca de 380 milhões de cópias vendidas. Em 1998 estreou na TV japonesa a adaptação para anime, que também se tornou um sucesso, sendo exibida até hoje. A série também migrou para o mundo dos videogames, rendendo vários jogos diferentes.

 

 

Imagem: via Wikimedia Commons

leer menos
1914 D.C.

Estados Unidos anunciam neutralidade na Primeira Guerra Mundial

Terça, Agosto 04, 1914 D.C.

Assim que a Primeira Guerra Mundial teve início na Europa, o presidente Woodrow Wilson anunciou, formalmente, a neutralidade dos Estados Unidos, uma posição apoiada pela maioria dos americanos​​, em 4 de agosto de 1914. A esperança inicial...Ler mais

Assim que a Primeira Guerra Mundial teve início na Europa, o presidente Woodrow Wilson anunciou, formalmente, a neutralidade dos Estados Unidos, uma posição apoiada pela maioria dos americanos​​, em 4 de agosto de 1914. A esperança inicial de Wilson era de que a América pudesse ser "imparcial no pensamento, bem como na ação". Contudo, mais tarde, surgiram tensões entre os Estados Unidos e Alemanha depois que vários navios americanos que viajavam para a Grã-Bretanha foram danificados ou afundados por minas alemãs.

Em fevereiro de 1915, a Alemanha anunciou guerra irrestrita contra todos os navios neutros, ou não, que estivessem na zona de guerra na Grã-Bretanha, e vários incidentes envolvidos navios mercantes norte-americanos foram registrados. Em 4 de abril de 1917, o senado decidiu, por 82 votos a favor e seis contra, em declarar guerra à Alemanha. Dois dias depois, a Câmara dos Deputados aprovou a declaração por 373 a 50, e os EUA entraram formalmente na Primeira Guerra Mundial.

Em 26 de junho, as primeiras 14 mil tropas de infantaria dos EUA desembarcaram na França para começar os treinos de combate. No momento em que a guerra finalmente terminou, em 11 de novembro de 1918, mais de 2 milhões de soldados norte-americanos tinham servido nos campos de batalha da Europa Ocidental, e cerca de 50 mil deles haviam perdido suas vidas.

 

Imagem: H. D. Girdwood [Domínio público], via Wikimedia Commons

leer menos

Páginas

Loading