Filtrar

Login

O inicia sesion con...

History Logo
Aplicar

HOJE É O ANIVERSÁRIO DE: 0

El envio se ha realizado con éxito

Cerrar
Enviales que paso el día de tu cumple
  • Josefina Maier
  • Stanislas Wawrinka
  • Alejandro Giardino
  • Paul Simonon
  • Joe Strumer
Enviar

julho 2017

27 de julho
1943 D.C.

Stalin emite Ordem No. 227 - “Nenhum passo para trás”

Terça, Julho 27, 1943 D.C.

No dia 27 de julho de 1943, Joseph Stalin, líder e ditador da União Soviética, emite a Ordem nº 227, conhecida pelo slogan "Nem um passo para trás", uma medida de reação aos avanços dos alemães em território russo. O texto da Ordem...Ler mais

No dia 27 de julho de 1943, Joseph Stalin, líder e ditador da União Soviética, emite a Ordem nº 227, conhecida pelo slogan "Nem um passo para trás", uma medida de reação aos avanços dos alemães em território russo. O texto da Ordem dizia: "Os fabricantes de pânico e covardes devem ser liquidados no local. Nem um passo para trás sem que sejam ordens do alto comando! Comandantes ... que abandonam uma posição sem uma ordem do quartel-general superior são traidores da Pátria".

Os primeiros sucessos alemães contra a Rússia haviam encorajado Hitler em seu objetivo de tomar Leningrado e Stalingrado. Mas o ataque alemão a Stalingrado - algo que era temido pelos generais de Hitler por causa do numeroso exército da Rússia e da enorme perda de suprimentos e força das tropas alemãs -, foi repelido por uma força feroz de combate soviético, que tinha sido reforçado com mais homens e equipamentos. Os alemães, em seguida, voltaram suas atenções para Leningrado. Stalin precisava "motivar" os oficiais e civis na defesa de Leningrado, daí, veio a Ordem nº 227. Mas era desnecessário. No mesmo dia que a ordem foi dada, os camponeses russos e guerrilheiros na região de Leningrado mataram um oficial alemão, Adolf Beck, cuja função era enviar produtos agrícolas às áreas ocupadas da Rússia para a Alemanha ou tropas alemãs. Os patriotas russos também atearam fogo aos celeiros e locais de armazenamento de produtos agrícolas dos alemães. Um panfleto partidário emitiu sua própria ordem: "Russos, acabem com os proprietários de terra alemães, tirem os alemães da terra soviética!"

 

Imagem via Wikimedia Commons

leer menos
1214 D.C.

Trava-se a Batalha de Bouvines

Domingo, Julho 27, 1214 D.C.

A Batalha de Bouvines foi um choque militar decisivo entre o exército francês e os exércitos de uma coalizão de potências europeias, e teve como data o dia 27 de Julho de 1214, tendo acontecido próximo de Bouvines, em Flandes (hoje...Ler mais

A Batalha de Bouvines foi um choque militar decisivo entre o exército francês e os exércitos de uma coalizão de potências europeias, e teve como data o dia 27 de Julho de 1214, tendo acontecido próximo de Bouvines, em Flandes (hoje pertencente à França), a uns 16 km ao Sudeste da cidade francesa de Lille. Os exércitos da coalizão, que tinham decidido colocar uma trava ao crescente poderio da França, eram liderados pelo excomungado imperador do Sacro Império Romano Germânico, Otón IV, por seu tio, o rei Juan Sin Tierra, por Fernando, conde de Flandes, e por outros príncipes de menor importância. O rei Felipe II da França, como comandante do exército francês, teve o apoio de Federico de Hohenstaufen, que era o rival - apoiado pelo Papa - de Otón IV para ocupar a coroa imperial. Ainda que Felipe tenha vencido a batalha graças à superioridade da cavalaria francesa e ao apoio das milícias das cidades livres francesas, ambos os exércitos sofreram milhares de baixas. Como consequência direta da batalha de Bouvines, Federico de Hohenstaufen foi coroado imperador do Sacro Império Romano Germânico com o nome de Federico II, em 1215, e a França se converteu em uma das primeiras potências da Europa.

 


Imagem: Horace Vernet [Domínio público], via Wikimedia Commons

leer menos
1976 D.C.

João do Pulo conquista medalha de bronze no salto triplo em Montreal

Terça, Julho 27, 1976 D.C.

No dia 27 de julho de 1976, o atleta João Carlos de Oliveira, mais conhecido como João do Pulo, conquistou a medalha de bronze no salto triplo dos Jogos Olímpicos de Montreal. Ele era cotado à medalha de ouro, mas sua marca de 16,90 m foi...Ler mais

No dia 27 de julho de 1976, o atleta João Carlos de Oliveira, mais conhecido como João do Pulo, conquistou a medalha de bronze no salto triplo dos Jogos Olímpicos de Montreal. Ele era cotado à medalha de ouro, mas sua marca de 16,90 m foi superada pelo soviético Viktor Saneyev e pelo norte-americano James Butts. No ano anterior, ele havia estabelecido o novo recorde mundial ao saltar 17,89m. Sua marca só foi superada quase dez anos depois por Willie Banks (EUA), com 17,90m. Em 1981, contudo, a promissora carreira de João do Pulo foi interrompida por conta de um acidente de carro, que resultou na amputação de sua perna direita.

 


Imagem: via Wikimedia Commons

leer menos

Páginas

Loading