junho 2017

jun 28

Arquiduque Franz Ferdinand é assassinado em estopim da Primeira Guerra

Em um dia como este, em 1914, o arquiduque Franz Ferdinand, da Áustria, e sua esposa Sophie foram mortos a tiros por um sérvio separatista durante uma visita oficial à capital da Bósnia, Sarajevo. Os assassinatos provocaram uma onda de eventos que culminaram no estouro da Primeira Guerra Mundial, no começo de agosto. No dia 28 de junho de 1919, cinco anos após a morte de Franz Ferdinand, Alemanha e as Forças Aliadas assinariam o Tratado de Versalhes, encerrando oficialmente a Primeira Guerra Mundial. O arquiduque havia viajado para Sarajevo em junho de 1914 para inspecionar as forças armadas imperiais na Bósnia e Herzegóvina, anexadas pelo Império Austro-húngaro, em 1908. A anexação causou fúria entre os nacionalistas sérvios, que acreditavam que os territórios eram parte da Sérvia. Um grupo de jovens nacionalistas armaram um plano para matar o arquiduque durante a sua visita a Sarajevo e, depois de alguns erros, Gavrilo Princip conseguiu atirar no casal real à queima-roupa, enquanto eles faziam sua jornada oficial. Os dois morreram praticamente na hora do atentado. O assassinato desencadeou rapidamente vários eventos, e o Império Austro-húngaro culpou o governo sérvio pelo ataque. Como a Sérvia era apoiada pela grande e poderosa Rússia, a Áustria pediu garantias de que a Alemanha estaria ao seu lado contra os russos e seus aliados, incluindo a França e, possivelmente, o Reino Unido. No dia 28 de julho, os austro-húngaros declararam guerra contra a Sérvia e a frágil paz entre as potências europeias ruiu completamente, dando início um conflito devastador, a Primeira Guerra Mundial. Após quatro anos de derramamento de sangue, a guerra terminou no dia 11 de novembro de 1918, depois que a Alemanha se rendeu aos aliados. Na conferência de paz em Paris, em 1919, os líderes dos Aliados enfatizariam o desejo de construir uma paz mundial após a guerra para nunca mais ocorressem novos conflitos em grande escala. O Tratado de Versalhes, contudo, falhou neste objetivo. O sonho do então presidente dos Estados Unidos, Woodrow Wilson, para a construção de uma organização mundial para a preservação da paz também falhou quando a Liga das Nações foi instituída. /Para piorar, os duros termos punitivos impostos pelo Tratado à Alemanha, a grande perdedora da guerra, levou a uma onda de ressentimentos contra o tratado e seus autores, um sentimento que culminou na eclosão da Segunda Guerra Mundial.

 


Imagem: Carl Pietzner [Domínio público], via Wikimedia Commons

28.Jun.1914
Ler mais
leer menos