Agora
O SÓCIO
17H00
O SÓCIO
18H00
TRATO FEITO
Todos os horários

Encanto em Porto Rico

Um passeio fotográfico pelos melhores locais

Ricky Martin

Enrique Martín Morales, mais conhecido como Ricky Martin, esboçou seus primeiros dotes artísticos no coro da igreja de sua cidade natal, San Juan, em Porto Rico, onde nasceu, no dia 24 de dezembro de 1971, e passou sua infância, até que seu talento evidente para a música o levasse a assinar um contrato com a famosa boy band Menudo.

Após o sucesso fenomenal do conjunto, em 1989 ele tomou a decisão de seguir seu próprio caminho. Ricky viveu um tempo em Nova York, onde trabalhou como modelo e teve aulas de atuação. Em 1990, mudou-se para a Cidade do México para estrelar dois musicais: “Los Tenis Rojos” e “Mamá Ama el Rock”, sucessos que lhe trouxeram a oportunidade de estrear na televisão com a novela “Alcanzar uma Estrella II” (1991), de onde surgiu a banda Muñecos de Papel, com a qual Ricky excursionou por todo o país.

Em 1991, saiu o seu primeiro disco solo, “Ricky Martin”, que incluía “Fuego contra fuego”, um dos seus maiores hits. Até então, Ricky já era o cantor juvenil com maior projeção na história. Em 1992, ele lançou seu segundo disco, “Me amarás”, e, em 1993, veio “A médio vivir”, que incluía grandes clássicos como “Fuego de noche, nieve de día” e “María”, e foi sua consagração como artista.

Em 1998, Ricky foi escolhido para cantar a música-tema da Copa do Mundo da França, “La Copa de la Vida”, que também fez parte de seu quarto álbum de estúdio, “Vuelve”. O disco teve um sucesso fenomenal e, junto com um show impressionante na premiação do Grammy de 1999, levou Ricky definitivamente ao estrelato mundial.

Quando tudo parecia indicar que Ricky Martin estava no auge de sua carreira, seu sucesso se viu multiplicado pelo lançamento de seu primeiro disco em inglês, intitulado apenas “Ricky Martin”, que incluía o single “Livin’ la vida loca”, sua música mais conhecida em todo o mundo.

Até hoje, Ricky Martin já vendeu mais de 60 milhões de discos em todo o mundo, e fãs de todos os continentes fazem vigília para conseguir um ingresso para seus shows.

As melhores praias do mundo

Porto Rico possui duas das melhores praias do mundo, segundo um ranking mundial

Segundo um ranking mundial, Porto Rico possui duas das melhores praias do mundo

Duas das praias mais bonitas de Porto Rico foram incluídas em um famoso ranking mundial que avalias as 25 melhores praias do mundo.

Durante a Expo de Turismo Internacional (ETI), em Porto Rico, as autoridades porto-riquenhas foram premiadas com seus respectivos certificados, que aprovaram a inclusão das praias Flamenco, na Ilha Culebra, e Sucia, em Cabo Rojo, dentro do ranking feito com base em cotações de turistas do mundo todo.

A praia Flamenco ficou, pelo segundo ano consecutivo, na oitava posição do ranking mundial, sendo a terceira na região do Caribe. Já a praia Sucia retornou ao ranking de prestígio, ocupando a 16ª posição.

“Estamos extremamente orgulhosos de que nossas praias tenham recebido esse reconhecimento por turistas de todo o mundo. É importante destacar que essa lista se baseia na pontuação dada por pessoas que visitaram nossa ilha e experimentaram ao vivo nossas belas praias de importância mundial”, afirmou o Chefe de Turismo.

 

 

 

Fonte: turismoytecnologia.com http://www.turismoytecnologia.com/component/k2/item/4733-puerto-rico-con-dos-de-las-mejores-playas-del-mundo

5 razões para visitar Porto Rico

Saiba por que você deveria estar em Porto Rico agora mesmo!

EMPEÑO PRESIDENCIAL

Características de Porto Rico

Clima, idiomas, visto e passaporte, e curiosidades incríveis.

O clima é tropical: quente o ano todo, com temperaturas médias de 28°C. As chuvas são mais abundantes ao norte e na região central montanhosa, enquanto ao sul o clima é bastante seco. Levando em conta a existência de furacões e chuvas fortes entre junho e outubro, os meses ideais para viajar são entre novembro e maio.

Os idiomas oficiais são o espanhol e o inglês, embora a grande maioria da população fale apenas espanhol.

Vacinas e saúde: é recomendado tomar vacina contra Hepatite A, Febre Tifoide, Poliomielite, Tétano e Difteria. Pelo risco de doenças virais causadas por insetos e mosquitos, deve-se usar repelente. O sistema de saúde é bom nas grandes cidades e lugares turísticos. É recomendado consumir apenas água engarrafada, lavar as frutas e cozinhar as verduras.

Visto e passaporte: os requisitos de visto e passaporte para entrar e permanecer em Porto Rico são os mesmos que para os Estados Unidos: todos os países necessitam de um passaporte válido; no entanto, uma vez que o regulamento sobre passaportes e vistos muda frequentemente, recomenda-se confirmar esta informação no consulado mais próximo.

Conexões: muitas companhias aéreas internacionais oferecem voos para Porto Rico, como Air FranceBritish Airways, KLM e Iberia.

 

Curiosidades

 

É o país com mais estações de rádio e canais de televisão por metro quadrado no mundo; também possui mais companhias farmacêuticas por quilômetro quadrado que qualquer outro lugar do planeta.

 

Hoje existem mais pessoas de ascendência porto-riquenha na área metropolitana da cidade de Nova York que na capital de Porto Rico, San Juan.

 

Os efeitos de sons de morcegos nos filmes do Batman foram feitos nas Cavernas de Camuy, em Porto Rico.

 

A rede de dormir e a cozinha grelhada são naturais de Porto Rico, costumes dos índios Taino. Palavras como canoa, hamaca (rede), “barbecue” (churrasco em inglês), e furacão vêm de palavras indígenas da cultura taína.

 

Porto Rico produz e exporta mais rum que qualquer outro país do mundo.

 

 

Quase todas as cidades têm seu próprio coliseu para brigas de galo. Em Porto Rico, as brigas são consideradas legais.

A história e suas paisagens

Entre os locais imperdíveis de Porto Rico estão o histórico castelo de El Morro e o maior sistema de cavernas do mundo.

O Castelo de San Felipe del Morro, mais conhecido como “El Morro”, é a principal atração da velha San Juan. A passagem do tempo histórico na ilha pode ser vista em sua estrutura, da época colonial à moderna. É possível contemplar o mar desde a ponta de seus canhões até as guaritas da fortaleza, recriando a perspectiva de um soldado colonial.

 

A Baía de Vieques fica a 11 quilômetros da costa leste de Porto Rico; é uma ilha rústica repleta de manguezais exuberantes, bosques verdes e praias paradisíacas. Ela pode ser percorrida de caiaque, barcaça ou canoa, rodeando a Baía de Mosquitos, reconhecida como a baía bioluminescente mais brilhante do mundo pelo Livro Guinness dos Recordes.

O Yunque é um precioso bosque pluvial semitropical de temperaturas frescas situado a cerca de duas horas de carro de San Juan, atravessando um terreno montanhoso. Tem esse nome devido a adaptação ao espanhol da palavra de origem taína “Yu-Ke”, que significa “Terra Branca”. Se trata de um dos lugares mais chuvosos do mundo, e é uma atração turística muito visitada por viajantes de todo o mundo.

 

O parque das cavernas forma o maior sistema de cavernas do mundo. Declarado Primeiro Encanto Natural de Porto Rico, este incrível parque é atravessado pelo Rio Camuy, terceiro rio subterrâneo mais caudaloso do planeta. Na Cueva Clara, a caverna principal, podem ser apreciadas paisagens subterrâneas extraordinárias: altíssimas estalactites de cristal, centenas de estalagmites no chão e impressionantes formações rochosas. 

Ilha de praias paradisíacas

As incríveis paisagens da menor das Antilhas Maiores.

Porto Rico tem 8.768 quilômetros quadrados, o que faz da ilha a menor das Antilhas Maiores. O país está rodeado pelo Oceano Atlântico ao norte e pelo Mar do Caribe ao sul; as ilhas de Vieques e Culebra ficam a leste e a pequena ilha de Mona, a oeste.

Nas planícies costeiras ficam as belas praias que caracterizam a paisagem do país, algumas delas têm ao fundo penhascos íngremes. Toda a ilha está rodeada por um banco de areia submarino de pouca profundidade; a 4 quilômetros da costa é onde o fundo do mar alcança profundidades de 180 metros. A 83 quilômetros ao norte fica a vala submarina conhecida como Canal de Bronson, de quase 6.000 metros de profundidade.

A ilha tem 9 lagos e mais de 50 rios e córregos. O centro da ilha é cruzado de leste a oeste pela Cordilheira Central, com elevações entre 300 e 1.000 metros. A montanha mais alta é Cerro Punta, com cerca de 1.338 metros.

O norte da ilha é verde e tem folhagem abundante devido às chuvas e aos ventos alísios; a zona sul, em contraste, se caracteriza por ser mais árida.

As Zonas de Calcário ficam no norte, centro e oeste da ilha.

Lendas obscuras do Caribe

Entre os mitos mais populares estão monstros como desmembrados, o jacho, a chorona e o chupacabras.

Em Porto Rico existem numerosos mitos protagonizados por estranhas criaturas monstruosas que normalmente habitam as montanhas desoladas. Estas são apenas algumas delas:

 

Os desmembrados: na vila de Lajas, muitas pessoas garantem ter visto seres desmembrados caminhar pela rodovia PR-116, justamente onde aconteceram muitos acidentes automobilísticos. Segundo as testemunhas, sua aparição geralmente é precedida de latidos de cachorros.

 

El Jacho: é a história de um pescador que todos os dias pescava no rio, levando consigo materiais de pesca, uma tocha (conhecida como jacho) para iluminar o caminho de volta e uma cruz de madeira. Uma vez, quando voltava já de noite, começou a chover; no meio do caminho a chuva apagou sua tocha, por isso ele teve que acender a cruz de madeira para iluminar o caminho de volta à sua casa. Poucos dias depois, ficou doente e morreu. Os habitantes das montanhas dizem que ainda é possível ver a luz da tocha entre as árvores, buscando as cinzas da cruz.

 

A Chorona: vários motoristas de caminhões dizem ter visto no município de Coamo uma mulher parada em uma esquina da ponte Las Calabazas, pedindo carona. Ela entra nos veículos dos que se negam a levá-la. Reza a lenda que a aparição da "Chorona" provocou muitos acidentes.

 

Os espíritos do túnel: no começo do século XX aconteceu um terrível acidente de trem no túnel Guajataca, em Quebradillas, que resultou na morte de dezenas de pessoas. Seus espíritos, segundo relatam viajantes e habitantes, perambulam pelo local, e suas vozes são ouvidas dentro do túnel.

 

O chupacabras: esta criatura lendária é acusada pela morte de muitos animais nas últimas décadas. O grau de crença no chupacabras é tamanho que mais de um prefeito já realizou expedições morro adentro para encontrá-lo de uma vez por todas. Os que viram a criatura a descrevem como um híbrido bípede, homem da cintura para baixo e com pele escamosa na parte de cima, com uma crina cheia de espinhos e uma língua muito comprida, com a qual chupa o sangue dos animais até a morte.

Igualdade de gênero desde a época pré-colombiana

O antropólogo Dr. Jalil Sued Badillo afirma que em Porto Rico existiram 16 mulheres que atuaram como chefes indígenas.

As taínas também tiveram importante presença nas frentes de batalha: existe evidência de que houve numerosas mulheres envolvidas na resistência contra os conquistadores espanhóis. Na batalha de Caparra, que aconteceu em 1513, os taínos queimaram o bairro e a catedral; entre os dezesseis rebeldes que fizeram parte dessa resistência estava a cacica Guayervas, que terminou como prisioneira dos espanhóis.