Todos os horários

VENEZUELA

Em Caracas Mark procura uma câmera aquática antiga. Esta busca vai leva-lo a conhecer colecionadores com objetos muito interessantes. Mark vai decidir testar uma câmera na paradisíaca Ilha de Tortuga. Como de costume, a aventura vai fazer parte de sua viagem, e ele vai pular de paraquedas, praticar motocross e escalar montanhas.

Nostradamus previu com êxito a ascensão de Hitler, o assassinato de John F. Kennedy, a detonação da bomba atômica e uma infinidade de eventos que realmente aconteceram. Também previu incêndios mortais, desastres naturais e guerras terríveis que vão cobrir o mundo de escuridão e desespero. Famílias inteiras em diferentes partes do mundo se preparam para sobreviver em refúgios subterrâneos, já que o destino pode favorecer aos que estiverem preparados.

HOMENS DE PRETO

Há um número infindável de relatos sobre testemunhas de OVNIs que foram intimidadas pelos Homens de Preto para que mantivessem silêncio. Quem são esses visitantes nefastos e o que realmente querem? Agem em nome do governo ou têm uma origem sobrenatural?

Em Caracas Mark procura uma câmera aquática antiga. Esta busca vai leva-lo a conhecer colecionadores com objetos muito interessantes. Mark vai decidir testar uma câmera na paradisíaca Ilha de Tortuga. Como de costume, a aventura vai fazer parte de sua viagem, e ele vai pular de paraquedas, praticar motocross e escalar montanhas.

Hugo Chávez

Nascido em Sabaneta, Venezuela, em 28 de julho de 1954, Hugo Chávez foi o presidente da Venezuela de 1999 a 2013. Ele ficou conhecido por criar uma nova Constituição, renomeando o seu país como República Bolivariana da Venezuela, e por obter o controle de sua companhia estatal, deixando tensas as relações com os EUA. Em 2006, ajudou a criar a ALBA (Alternativa Bolivariana para as Américas), uma organização socialista de livre comércio. Chávez morreu em 5 de março de 2013, aos 58 anos, em decorrência de um câncer.

Hugo Rafael Chávez Frías nasceu em 28 de julho de 1954, em Sabaneta, na Venezuela, de pais professores. Antes de ficar conhecido por suas reformas e suas fortes opiniões como presidente da Venezuela (1999-2013), Chávez estudou na academia militar da Venezuela, pela qual se formou em 1975 com um diploma em artes e ciências militares. Depois, serviu como oficial em uma unidade paramilitar do exército.

Em 1992, ao lado de outros membros desiludidos do exército, ele tentou derrubar o governo de Carlos Andres Perez. O golpe fracassou e Chávez passou dois anos na prisão, até receber perdão. Ele, então, deu início ao Movimento V República, um partido político revolucionário.

Chávez concorreu à presidência em 1998, fazendo campanha contra a corrupção do governo e prometendo reformas econômicas. Após vencer as eleições e assumir o cargo, em 1999, propôs uma mudança para a Constituição venezuelana, alterando os poderes do Congresso e o sistema judicial. Como parte da nova Constituição, o nome do país foi modificado para República Bolivariana da Venezuela.

Enquanto presidente, ele encontrou desafios tanto dentro quanto fora de seu país. Seus esforços em aumentar o domínio da companhia estatal venezuelana em 2002 provocaram controvérsias e levaram a inúmeros protestos, sendo Chávez deposto temporariamente do poder em abril de 2002 por líderes militares. Os protestos continuaram após ele retomar o cargo, gerando um referendo popular, em agosto de 2004, no qual a maioria decidiu que ele deveria prosseguir seu mandato.

Chávez era conhecido por não fazer rodeios e ser dogmático como presidente, recusando-se a guardar suas críticas e opiniões. Ele insultava executivos do petróleo, autoridades eclesiásticas e outros líderes mundiais e era particularmente hostil em relação ao governo americano, o qual acreditava ser responsável pelo golpe fracassado de 2002 contra ele. Chávez também se opunha à guerra do Iraque, declarando que os EUA haviam abusado de seu poder ao dar início a esse esforço militar. Ele também chamou o ex-presidente George W. Bush de imperialista do mal.

As relações entre os EUA e a Venezuela têm sido tensas por algum tempo. Depois de tomar posse, Chávez vendeu petróleo para Cuba – um inimigo de longa data dos EUA –, resistiu aos planos dos EUA de conter o tráfico de narcóticos na Colômbia e ajudou forças guerrilheiras de países vizinhos. Além disso, durante sua presidência, ele ameaçou interromper o fornecimento de óleo aos EUA caso houvesse outra tentativa de retirá-lo do poder. Ele, no entanto, doou petróleo para ajudar o aquecimento de vítimas do Furacão Katrina e do Furacão Rita, que destruíram várias instalações de processamento de petróleo.

Independentemente da relação da Venezuela com os EUA, enquanto presidente, Chávez alavancou os recursos petrolíferos de seu país para fazer tratados com outras nações, como a China e a Angola. Em 2006, ele ajudou a criar a ALBA (Alternativa Bolivariana para as Américas), uma organização socialista de livre comércio que teve o apoio de Fidel Castro e Evo Morales, presidente da Bolívia. Chávez também era um membro ativo do Movimento dos Países Não Alinhados (MNA), um grupo que conta com mais de 100 países, como Cuba, Irã e várias nações africanas.

Chávez descobriu que tinha câncer em junho de 2011, após uma cirurgia para remover um abscesso pélvico e, de 2011 a 2012, foi submetido a três operações para remover tumores cancerígenos. Após a terceira cirurgia, em fevereiro de 2012, Chávez, sabendo da gravidade da operação e também da possibilidade de não poder mais exercer seu cargo como presidente, nomeou o vice-presidente Nicolás Maduro como seu sucessor. Por causa de sua saúde cada vez mais frágil, ele foi impedido de tomar posse de seu quarto mandato em janeiro de 2013. Depois de uma longa batalha contra o câncer, Hugo Chávez morreu em 5 de março de 2013, aos 58 anos, na Venezuela. Ele deixou sua mulher, Maria Isabel Rodriguez, e cinco filhos.

 


Imagem: Roberto Stuckert Filho/PR [Domínio público], via Wikimedia Commons

VENEZUELA

Em Caracas Mark procura uma câmera aquática antiga. Esta busca vai leva-lo a conhecer colecionadores com objetos muito interessantes. Mark vai decidir testar uma câmera na paradisíaca Ilha de Tortuga. Como de costume, a aventura vai fazer parte de sua viagem, e ele vai pular de paraquedas, praticar motocross e escalar montanhas.

Índios ianomâmis seriam esperança da civilização ocidental, aponta estudo

Os ianomâmis são uma etnia isolada nas selvas da Venezuela e do Brasil. E uma particularidade de seus habitantes poderia transformá-la em uma fonte inesperada de avanço científico, dando soluções até hoje desconhecidas para doenças comuns nas sociedades industrializadas. E como isso pode acontecer?

Após sequenciar o DNA dos habitantes desse povoado e analisar as bactérias presentes em sua pele, boca e intestinos, uma equipe internacional de cientistas norte-americanos e venezuelanos confirmou que os ianomâmis são o grupo humano com a maior diversidade microbiana no mundo, de modo que seu sistema imunitário possui mais micro-organismos que o das outras etnias.

O artigo publicado pela revista Science Advances explica que essa singularidade se deveria ao contato escasso com outros povoados e as suas condições de vida primitiva. Isso significa que eles não perderam a riqueza original da flora intestinal e epidérmica, como acontece com as sociedades industrializadas, nas quais a alimentação, os antibióticos e o estilo de vida afetaram e transformaram o microbioma dos indivíduos.

As bactérias encontradas nos ianomâmis poderão servir para combater vírus ou prevenir a formação de cálculos renais, por exemplo. Além disso, os cientistas destacaram que todas as amostras tiradas foram devolvidas à tribo em respeito às suas crenças.

Fonte: RT

Crédito: Anton_Ivanov / Shutterstock.com

04.Jun.1830

Foi assassinado Antonio José de Sucre

Antonio José de Sucre foi um político de origem venezuelano, uma das figuras mais destacadas da emancipação da América Latina, grande marechal de Ayacucho e primeiro Presidente da Bolívia entre 1826 e 1828. Nasceu em 3 de Fevereiro de 1795 e morreu assassinado numa emboscada, planejada pelo general venezuelano Juan José Flores, em 4 de Junho de 1830. Aos 15 anos uniu-se à luta pela independência da Venezuela, em 19 de Abril de 1810. Sua carreira teve uma vertiginosa ascensão: passou de subtenente de infantaria, em Julho de 1810, até general em Chefe, em Fevereiro de 1825. Sua condução na Batalha de Ayacucho (1824) foi uma das mais brilhantes da guerra e valeu-lhe o título de Grande Marechal de Ayacucho.

 


Imagem: Martín Tovar y Tovar [Domínio público], Wikimedia Commons

24.Jul.1823

Trava-se a Batalha naval de Maracaibo

A Batalha naval do Lago de Maracaibo referida também como Batalha Naval do Lago foi um confronto travado em 24 de Julho de 1823 nas águas do Lago de Maracaibo no atual estado de Zulia, na Venezuela. A mesma selou definitivamente a independência venezuelana da Espanha tendo sido uma ação decisiva nas campanhas navais independentistas. Na Batalha naval do Lago enfrentaram-se a esquadra republicana da Colômbia, dirigida pelo Almirante José Prudencio Padilla, comandante do terceiro departamento da Marinha e das operações sobre o Zulia, e a esquadra realista da Espanha comandada pelo capitão de navio Ángel Laborde e Navarro, Comandante do Apostadero de Porto Cabelo e segundo chefe da armada espanhola sobre Costa Firme. O resultado foi uma decisiva vitória colombiana.

 


Imagem: via Wikimedia Commons

11.Mar.1964

Raúl Leoni assume a presidência da Venezuela

Raúl Leoni foi um advogado e político venezuelano, presidente da República da Venezuela entre os anos 1964 e 1969. Lutou contra os ditadores Juan Vicente Gómez e Marcos Pérez Jiménez. Foi membro fundador do partido Ação Democrática. Tomou posse em 11 de março de 1964, sucedendo Rómulo Betancourt, ambos do partido político social-democrata Ação Democrática. Betancourt foi o primeiro presidente democrático após a derrocada da ditadura de Marcos Pérez Jiménez, e a sucessão de Leoni foi considerada como um ato de consolidação democrática. Durante seu governo, Leoni fez importantes projetos estruturais no país, entre os quais se pode destacar: desenvolvimento da indústria pesada em Guayana (hidrelétrica e siderúrgica), como a Represa do Guri, inauguração do Banco dos Trabalhadores, construção de infra-estrutura viária (estradas, rodovias, pontes - sendo a Ponte de Angostura sobre o Orinoco a mais importante).

05.Mar.2013

Morre Hugo Chavez, polêmico presidente da Venezuela

Marcado por uma carreira política controversa e polêmica, o presidente venezuelano Hugo Chavez perdeu a batalha contra um câncer na região da pélvis e morreu, aos 58 anos, no dia 5 de março de 2013, em Caracas, na Venezuela. Sem dar muitos detalhes sobre a doença inicialmente, Hugo Chavez começou seu tratamento em junho de 2011. Ele passou um período em Cuba, onde recebeu atendimento médico, passou por cirurgias e exames. Em fevereiro, pouco antes da sua morte, retornou à Venezuela e ficou recluso ao Hospital Militar. Conhecido por sua política exterior antiamericana e anticapitalista, Hugo Chavez, então tenente-coronel, havia promovido um golpe de estado em 1992 para tirar do poder o então presidente Carlos Andrés Peréz, cujo governo enfrentava uma enorme crise econômica. Apesar da tentativa fracassada e da sua prisão, Hugo Chavez tornou-se uma figura bastante popular e, mais tarde, chegou à presidência da Venezuela em 1998, eleito nas urnas. Seu governo, internamente, foi caracterizado pela nacionalização de empresas privadas, e o estado passou a exercer o controle de atividades essenciais. Chavez foi reeleito pela primeira vez em 2006 (mais de 62% dos votos) e depois em 2012, com 54%. Neste último mandato, porém, não conseguiu assumir por conta da doença. Enquanto esteve à frente da presidência, seu governo foi alvo de várias crises, como um golpe em 2002 e protestos de trabalhadores e estudantes, nos quais manifestantes morreram. Sua relação com os Estados Unidos também sempre foi marcada por tensões. Com a morte de Chavez, quem assumiu o poder foi vice-presidente Nicolás Maduro, contudo, a Constituição da Venezuela prevê novas eleições presidenciais no prazo de 30 dias neste caso. O país, membro das Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), depende economicamente das exportações deste produto. Por outro lado, o país importa até 70% dos alimentos que consome. Sua população é de quase 29 milhões de pessoas. Hugo Chavez nasceu no dia 28 de julho de 1954, na cidade de Sabaneta, filho de um casal de professores. Ele foi casado duas vezes: primeiro com Nancy Colmenares, com quem teve três filhos e depois com a jornalista Marisabel Rodríguez, de quem se separou em 2003, e com quem teve uma filha.

 

Foto: agencia Brasil wikimedia commons

27.May.1965

Tem início as Farc, na Colômbia

Pedro Antonio Marín, um agricultor da região oeste de Antioquia que havia participado das guerrilhas de libertação da Colômbia na década de 40, deu início no dia 27 de maio de 1965 a um movimento armado que mais tarde seria conhecido mundialmente: as Farc, Forças Armadas Revolucionárias, na Colômbia. Marín adotou o nome de Manuel Marulanda Vélez, mas seus homens o apelidaram de “tirofijo” por sua lendária pontaria. As Farc se transformaram em uma poderosa força que, atualmente, é o movimento terrorista mais antigo do continente sul-americano. Associado ao narcotráfico, esse movimento domina uma parte importante do território colombiano. Sua estrutura financia sequestros, extorsões e serviços de proteção a grupos criminosos. A morte de Marulanda, em março de 2008, afetou definitivamente a organização.

 


Imagem: [CC BY-SA 3.0], via Wikimedia Commons