Todos os horários

Chamadas holográficas de “Star Wars” já são realidade

Sistema deve ficar disponível em 2020 e vai inaugurar a era da comunicação tridimensional!

Vídeo relacionado:
As empresas de telecomunicação Verizon e Korean Telecom (KT), fundidas há dois anos, acabam de apresentar a última novidade em tecnologia 5G: as chamadas holográficas, parecidas com as que podemos ver nos filmes de “Star Wars”.

Dois executivos da Verizon e da TK conversaram holograficamente em uma entrevista coletiva. Embora o sistema ainda não esteja disponível para os usuários, milhares de pessoas ao redor do mundo puderam acompanhar os empresários, que utilizavam aparelhos de última geração, falando em tempo real com a projeção holográfica do seu interlocutor.

A campanha foi realizada com o objetivo de promover as novas redes de 5G, que serão lançadas no mercado em 2020. A velocidade na transferência de dados oferecida por esse serviço fará com que as chamadas de vídeo fiquem no passado, ao inaugurar a era da comunicação 3D, possibilitada por um sistema holográfico revolucionário.

Várias empresas financeiras acreditam que o mercado das novas redes ultrapassará, nos próximos anos, os 100 bilhões de dólares.


Fonte: Playground
Imagem: KT Corp.

NASA encontra “Estrela da Morte” em Saturno

Semelhança da lua de Saturno com a fortaleza de Darth Vader é impressionante!

 

A nave espacial Cassini (parte de um projeto voltado ao estudo do planeta Saturno e de seus satélites naturais) capturou recentemente uma imagem impressionante de Mimas, uma das luas do gigante anelado.

Nela, é possível observar uma grande semelhança com a “Estrela da Morte”, a estação espacial de “Star Wars” criada para destruir planetas.

A foto, publicada nesta semana no site oficial da NASA, mostra o astro de 139 km de diâmetro coberto por uma cratera gigante, em cujo centro se ergue uma montanha quase tão alta quanto o monte Everest. A cratera enorme foi chamada de William Herschel, mesmo nome do astrólogo que descobriu Mimas.

Os cientistas analisam o que pode ter causado uma fenda tão impressionante. Tanto a bacia de impacto quanto seu terreno subjacente estão sendo estudados com o objetivo de encontrar indícios sobre sua origem.


Fonte: RT

Imagem: NASA / LUCASFILMS

 

27.Dic.2016

Morre a atriz Carrie Fisher, a Princesa Leia de Star Wars

A atriz norte-americana Carrie Fisher, que se consagrou pelo papel da Princesa Leia na franquia Star Wars, morreu aos 60 anos em 27 de dezembro de 2016.

A artista havia sofrido um ataque cardíaco enquanto estava a bordo de um avião que viajava de Londres para Los Angeles três dias antes. Ela foi levada para o hospital, onde ficou internada em uma Unidade de Tratamento Intensivo, mas não resistiu.

 

[Confira a biografia de Leia Organa, a personagem que marcou a carreira de Carrie Fisher]

Fisher era filha da atriz Debbie Reynolds, com quem sempre teve uma relação conturbada. Ela estreou no cinema em 1975 no filme “Shampoo”, de Hal Ashby, no qual dividia a cena com Warren Beatty. Seu papel mais popular foi o da Princesa Leia Organa, na franquia Star Wars. Ele representou a personagem em “Uma Nova Esperança” (1977), “O Império Contra-ataca” (1980), “O Retorno de Jedi” (1983) e “O Despertar da Força” (2015). 

A personagem, irmã do herói Luke Skywalker e filha do vilão Darth Vader, entrou definitivamente para o imaginário dos fãs e virou um símbolo da cultura pop após as cenas com o biquíni dourado em "O Retorno de Jedi", quando foi escravizada e acorrentada pelo monstruoso Jabba.

Carrie Frances Fisher nasceu em Beverly Hills, na Califórnia, em 21 outubro de 1956. Ela também era romancista, escritora, roteirista e artista performática. Além de seu trabalho no cinema, ela também ficou conhecida por seu romance semi-autobiográfico Postcards From the Edge , que foi adaptado para o cinema com o título de "Lembranças de Hollywood", dirigido por Mike Nichols e estrelado por Meryl Streep e Shirley McClaine. A obra abordava seu problema com o vício em drogas e os conflitos com a mãe. Ela também escreveu outro livro baseado em sua vida, chamado Wishful Drinking.

No cinema, fora a Princesa Leia, ficou conhecida por atuações em filmes como "The Blues Brothers", "Hannah e suas Irmãs" e "Harry e Sally: Feitos um para o outro". Recentemente ela havia completado sua participação em "Star Wars: Episódio VIII", previsto para ser lançado em dezembro de 2017, reprisando o papel de Princesa Leia.

 


Fonte: The Guardian
Imagem: Riccardo Ghilardi/Wikimedia Commons

 

O ISIS estaria se inspirando em Star Wars?

Com vídeos cada vez mais impressionantes, o ISIS parece adotado uma "fórmula de Hollywood" em sua propaganda extremista.

Este é um dos pontos defendidos pelo professor Robert Pape, da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos. Ele está à frente de um projeto Social and Neurological Construction of Martyrdom Project que tem como objetivo descobrir como reage o cérebro das pessoas que assistem aos vídeos de recrutamento produzidos pelo Estado Islâmico.

 

ZONA DE CONFLITO
O projeto recebeu US$ 3,4 milhões do Departamento de Defesa norte-americano, que quer elaborar estratégias para combater esse tipo de propaganda terrorista, baseada em "missões heroicas" para seduzir jovens rebeldes ao redor do mundo.

 

Narrativa heroica

"O ISIS não tem apenas câmeras e técnicas melhores; eles adotaram uma narrativa heroica que vem especificamente de roteiristas de Hollywood", disse Pape, ao The Huffington Post. "Esta narrativa é emocionalmente excitante e vibrante, o que pode ser um motivador poderoso para os jovens, que querem ser radicais."

 

O pesquisador acredita que esse tipo de história heroica, encontrada em filmes como Star Wars, X-Men, Os Vingadores e muitos outros, pode afetar regiões específicas do cérebro, como a amígdala, área fundamental para o processamento emocional. Pesquisas anteriores mostraram que o cérebro humano é programado para contar histórias e responder às narrativas.


O grupo de controle do estudo, que começa a partir de setembro, poderá ajudar os pesquisadores a entenderem o que ocorre quando uma pessoa assiste a uma narrativa com o mesmo objetivo, produzida pelo ISIS. O cérebro de cada participante passará por exame de imagem de ressonância magnética funcional. 

 

Nem todos concordam

Nem todo mundo faz coro à opinião de Pape. Christopher Vogler, autor do livro para roteiristas "The Writer’s Journey", não acredita que o ISIS segue à risca os conhecidos passos para a construção dos heróis do cinema.

 

"O ISIS está no mesmo caldo midiático que qualquer outra pessoa no mundo, e qualquer um que quer retratar seu próprio grupo como heroico vai - sem sequer pensar nisso - replicar esse padrão", disse ele.

 

Jeffry Halverson, um professor de estudos islâmicos da Coastal Carolina University, disse que a propaganda jihadista sempre confiou em "narrativas mestras culturalmente incorporadas".

 

"A diferença agora é que o ISIS está também optando pela cultura pop como um apelo para a juventude, que pode ser seduzida por promessas de emoção e aventura do que por condenações de tirania e heresia."

 

Contra-propaganda

Além do estudo de Robert Pape, muitos outros estão em andamento na busca para encontrar uma fórmula de contra-propaganda aos vídeos produzidos pelo ISIS. Uma das estratégias pensadas seria fazer um esforço para mostrar tudo o que a propaganda do ISIS quer esconder, ou seja, mortes, destruição, torturas e as terríveis condições das pessoas que vivem em áreas controladas pelo grupo extremista. 


Fontes: The Huffington Post , Universidade de Chicago

Imagem: Orlok/Shutterstock.com

 

14.May.1944

Nasce o cineasta George Lucas, criador de Star Wars

Um dos maiores cineastas de todos os tempos de Hollywood, George Walton Lucas Jr. nasceu no dia 14 de maio de 1944, em Modesto, na California, nos Estados Unidos. 

Ele é mais conhecido como o criador das franquias Star Wars e Indiana Jones, assim como o fundador da Lucasfilm e da Industrial Light & Magic. Ele ficou à frente da Lucasfilm até 2012, quando vendeu a empresa para a Walt Disney Company.

George Lucas se formou pela Universidade do Sul da Califórnia em 1967 e fundou o estúdio American Zoetrope com o seu colega Francis Ford Coppola. Em 1971, esteve à frente do curta THX 1138 e, dois anos depois, dirigiu e escreveu Loucuras de Verão (1973), inspirado na sua adolescência nos anos 60 em Modesto. O filme foi produzido pela então recém-fundada Lucasfilm. A produção foi um sucesso de crítica e público, recebendo cinco indicações ao Oscar, incluindo Melhor Filme.

Porém, foi o filme que viria na sequência que seria um sucesso surpreendente. Em 1977, George Lucas lançou Guerra nas Estrelas (Star Wars): Uma Nova Esperança, que se tornou o filme de maior bilheteria da época, vencedor de seis prêmios da Academia e um fenômeno cultural. Na sequência do primeiro Star Wars, George Lucas produziu e co-escreveu os outros filmes da trilogia, O Império Contra-Ataca (1980) e O Retorno de Jedi (1983).

Junto com Steven Spielberg, ele co-criou e escreveu os filmes de Indiana Jones - Os Caçadores da Arca Perdida (1981), Indiana Jones e o Templo da Perdição (1984) e Indiana Jones e a Última Cruzada (1989). George Lucas também produziu e/ou escreveu uma série de filmes pela Lucasfilm entre 1980 e 1990.

O cineasta voltou a dirigir a trilogia Star Wars com os novos episódios de A Ameaça Fantasma (1999), O Ataque dos Clones (2002) e A Vingança dos Sith ( 2005). Mais tarde, George Lucas colaborou com a trama da sequência de Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal (2008) e foi roteirista e produtor-executivo do filme Esquadrão Red Tails (2012).




Imagem: Denis Makarenko/Shuttertock.com

Nave que parece saída de Star Wars é flagrada em vídeo da NASA

Um fã de óvnis avistou algo que ele acredita ser uma “espaçonave de metal” enquanto assistia a uma transmissão ao vivo da NASA.

Jadon Beeson, de 20 anos, acompanhava por um aplicativo de celular imagens transmitidas direto da Estação Espacial Internacional quando percebeu um objeto estranho se movendo ao fundo da imagem.

[O HISTORY AGORA ESTÁ NO SPOTIFY: CLIQUE AQUI E SIGA-NOS]

 




Ele disse que o óvni era parecido com a Millennium Falcon, uma das naves espaciais mais famosas da franquia Star Wars. Jadon mandou um print da imagem para a Nasa e espera por uma resposta da agência espacial norte-americana. “Eu olhei e percebi um objeto de metal acima da Terra. Ele tinha um brilho azul e ficou parado lá durante uns dois minutos”, afirmou.

Jadon, que trabalha como vendedor na cidade de Stourport-on-Severn, na Inglaterra, disse que não faz ideia do que seja o objeto e espera que especialistas possam esclarecer o mistério. A NASA ainda não se pronunciou sobre o caso. Pelo site da agência espacial é possível acompanhar vídeos da Estação Espacial Internacional ao vivo. Entre o conteúdo transmitido em tempo real estão imagens da Terra e missões da tripulação.

 

 


 

Fonte: Mirror
Imagem: Reprodução via Mirror