Todos os horários
05.Dic.2016

A poesia e a literatura se despedem de Ferreira Gullar

No dia 4 de dezembro de 2016 morreu, aos 86 anos, no Rio de Janeiro, o escritor e poeta Ferreira Gullar, pseudônimo de José Ribamar Ferreira. Ele não resistiu aos vários problemas respiratórios que vinha sofrendo, que culminaram em uma pneumonia. 

 

Nascido em São Luís (MA), no dia 10 de setembro de 1930, Ferreira Gullar foi um dos fundadores do neoconcretismo e também ocupava a cadeira 37 da Academia Brasileira de Letras - deixada por Ivan Junqueira - desde 5 de dezembro de 2014.

 

Ferreira Gullar militou no Partido Comunista Brasileiro e, durante o regime militar no Brasil, morou no exílio na União Soviética, Argentina e Chile. 

 

Foi considerado pela Revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes de 2009. Também foi agraciado com o Prêmio Camões em 2010. No ano seguinte, recebeu o Prêmio Jabuti pelo livro de poesia "Em Alguma Parte Alguma", considerado "O Livro do Ano" de ficção.

 

 


Imagem: TV Brasil Memórias/Arquivo via Agência Brasil

Jim Morrison

James "Jim" Douglas Morrison, mais conhecido como Jim Morrison, foi um músico e poeta que ganhou fama à frente da banda The Doors. Morrison era conhecido por suas composições, poesias improvisadas, além da uma performance e personalidade selvagens. É considerado por críticos e fãs como um dos vocalistas mais icônicos, carismáticos e pioneiros da história do rock. Ele ficou entre os "100 Maiores Cantores de Todos os Tempos " de acordo com classificação da revista Rolling Stone.

Jim Morrison nasceu no dia 8 de dezembro de 1943, em Melbourne, na Flórida, nos EUA, e morreu no dia 3 de julho de 1971, em Paris, na França, aos 27 anos. Era filho do almirante George Stephen Morrison e de sua esposa Clara Clark Morrison, ambos funcionários da marinha americana e conservadores e rigorosos.

Quando tinha 15 anos, se mudou com a família para Washington, onde terminou o ensino médio. Nesta época, estava lendo Friedrich Nietzsche, Arthur Rimbaud, Jack Kerouac, Allen Ginsberg, Lawrence Ferlinghetti, Charles Baudelaire, Molière, Franz Kafka, Honoré de Balzac e Jean Cocteau. Mais tarde, cursou cinema na Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA).

 

Formação do The Doors

A única obscenidade que conheço é a violência Jim Morrison

Depois de formado, em 1965, Jim Morrison encontrou um antigo colega, Ray Manzarek, ao qual mostrou algumas poesias. A partir dali, decidiram montar uma banda chamada The Doors - nome inspirado no livro The Doors of Perception de Aldous Huxley. Também se juntaram à banda  Robby Krieger e John Densmore, que eram conhecidos de Ray.

Ao todo, a banda lançou nove álbuns de estúdio, sendo três destes após a morte de Jim Morrison. Além destes, o grupo possui inúmeros singles, compilações e apresentações ao vivo. A banda chegou ao fim em 1973, mas, durante o seu tempo de atividade, foi responsável por canções que se tornaram clássicos, como “People are Strange”, “Love Me Two Times” e “Light My Fire” entre muitas outras.

 

Morte aos 27 anos

Alguns nascem para o suave deleite; outros, para os confins da noite Jim Morrison

A carreira de sucesso de Morrison foi interrompida precocemente aos 27 anos. No dia 3 de julho de 1971, o músico foi encontrado morto em Paris, na França. Ele teria morrido vítima, supostamente, de uma overdose de drogas ou alguma combinação com álcool. A causa exata de sua morte segue como assunto controverso até os dias de hoje.