Todos os horários

Personagem de Wolverine inspira material que se regenera em 24 horas

Inovação pode ser usada até para regenerar músculos! 

Um novo material foi criado por cientistas da Universidade da Califórnia em Riverside (UCR). Inspirados em Wolverine, o famoso X-Men da Marvel, os especialistas desenvolveram um material de grande elasticidade (pode chegar até 50 vezes o seu tamanho), que é capaz de se regenerar completamente 24 horas após ter sofrido um corte.

Segundo os pesquisadores, o incrível material é parecido com uma borracha e pode ser estirado novamente até 2 vezes o seu tamanho apenas 5 minutos depois de ter terminado sua autorreparação.  Embora sua capacidade de condução elétrica tenha sido um verdadeiro desafio para os pesquisadores, após longos anos de trabalho, eles conseguiram moldar o material que procuravam.

Atualmente, Chao Wang, coautora do estudo, afirma que ela e sua equipe estão pesquisando as possíveis aplicações do material. A expectativa inclui seu uso para a fabricação de robôs capazes de se consertarem sozinhos ou prolongar a duração das baterias de lítio. Ele também poderia ser utilizado como músculo artificial, dada sua capacidade de contração e expansão, segundo estímulos externos.


Fonte: IB Times

Imagem: Shutterstock

Personagens da Marvel estampam uniforme da NASA

Dois personagens da Marvel farão parte do emblema da Estação Espacial Internacional.

A novidade foi anunciada pela NASA durante a Comic-Con 2016 de San Diego, nos EUA. Os personagens serão Rocket Raccoon e Groot, dos Guardiões da Galáxia da Marvel.

Os dois estarão presentes nos patches - que são fragmentos de tecidos bordados nas roupas - que já é uma tradição da NASA desde 1960. Os patches na verdade são uma herança dos militares e são bordados nos uniformes dos astronautas e outros envolvidos em missões que usem os uniformes. O patch com os dois personagens também estará presente nas cargas transportadas à Estação Espacial.

O patch é uma criação de Juan Doe, artista que já desenhou várias capas para a Marvel. De acordo com a NASA, o objetivo da novidade é chamar atenção para a Estação Espacial Internacional (EEI).

Veja abaixo o vídeo com o making of da criação:

 


Fonte: HypeScience

Imagem: Divulgação 

Engenheiro cria Martelo do Thor na vida real. Quem consegue levantar?

O lendário martelo Mjolnir, do deus nórdico Thor, é sem dúvida uma das marcas registradas da série da Marvel. Apenas seu poderoso dono pode levantá-lo, deixando frustrados todos os mortais que fazem a tentativa. Um engenheiro eletricista resolveu mudar essa história e replicou o truque do personagem em um vídeo que já virou sensação nas redes sociais.


Allen Pan (acima) criou o seu próprio martelo e apenas ele pode levantá-lo. O truque acontece por meio de poderosos eletroímãs, que usam a eletricidade para criar um campo magnético. Seu invento conta ainda com baterias e um scanner de impressão digital embutido no cabo do seu Mjolnir - ligado a um Arduino Pro Mini - que desativa o ímã, permitindo que somente Pan levante o martelo. Desta forma, o martelo fica preso a qualquer superfície de metal e só sairá de lá se for puxado por seu legítimo dono.

Para mostrar como seu invento funciona, Pan circulou pelas ruas de Venice Beach, na Califórnia, e convidou inúmeras pessoas e levantar o martelo preso a uma tampa de metal de um bueiro. Veja como foi essa experiência no vídeo abaixo:

Todos sabemos que Thor é um dos personagens mais icônicos da Mitologia Nórdica, mas será que ele, assim como outros seres, realmente existiu? Assista ao vídeo abaixo conheça as evidências que podem provar a existência de super seres em tempos passados:


CLIQUE AQUI E AJUDE A PRESERVAR PAISAGENS INCRÍVEIS.

Fontes: Mirror , TechTudo

Imagens: Reprodução Youtube

 

05.May.2002

Homem-Aranha é o primeiro filme a alcançar U$ 100 milhões no fim de semana de estreia

Dirigida por Sam Raimi e estrelada por Tobey Maguire, a aguardada adaptação do Homem-Aranha para o cinema foi lançada no dia 5 de maio de 2002, uma sexta-feira, e rapidamente se tornou o filme mais rápido a faturar mais de US$ 100 milhões nas bilheterias, angariando impressionantes US$ 114,8 milhões até o domingo, 5 de maio.

Depois que uma aranha geneticamente modificada picou o adolescente Peter Parker (Tobey Maguire) durante uma excursão ao laboratório de uma universidade, ele descobre que ganhou superpoderes. Apesar de seu principal objetivo ser a conquista de Mary Jane Watson (Kirsten Dunst), por quem nutre uma paixão de longa data, Parker se transforma no Homem-Aranha para combater o mal na forma do Duende Verde. O vilão é o resultado de uma experiência que o cientista Norman Osborn realizou em si mesmo.

Quando o filme foi lançado, quatro décadas haviam se passado desde que Stan Lee e Steve Ditko criaram o Homem-Aranha para a Marvel, em 1962. A popularidade duradoura dos quadrinhos, assim como uma campanha de marketing maciça da Columbia Pictures e Marvel, pareciam prever o sucesso do filme, que estreou em mais de 3600 salas de cinema nos Estados Unidos. Filmes de super-herói, como Superman e Batman, eram tradicionalmente bem-sucedidos nas bilheterias, o que aumentava a expectativa. Críticos também elogiaram o filme de Raimi por seu roteiro inteligente, boas atuações e efeitos especiais elaborados. A combinação de todos esses fatores ajuda a explicar seu recorde de arrecadação no dia de estreia: US$ 39,4 milhões. A marca anterior, de US$ 32,3 milhões, era de Harry Potter e a Pedra Filosofal, em 2001. O filme do feiticeiro adolescente levou cinco dias para ultrapassar a marca dos US$ 100 milhões, assim como Star Wars: Episódio 1 - A Ameaça Fantasma, de 1999. Homem-Aranha arrecadaria $ 403,7 milhões nas bilheterias norte-americanas, mais do que qualquer adaptação de quadrinhos até então.

Ambas as sequências do Homem-Aranha, em 2004 e 2007, iriam quebrar o recorde do seu predecessor no dia da estreia, faturando US$ 40,4 milhões e US$ 59 milhões, respectivamente. Homem-Aranha 3, exibido em mais de 10 mil cinemas em 4252 localidades, arrecadou US$ 151,1 milhões no primeiro fim de semana. O recorde se manteria até julho de 2008, quando O Cavaleiro das Trevas, quinto filme na franquia do Batman, acumulou US$ 155 milhões no fim de semana de estreia. O Cavaleiro das Trevas arrecadou US$ 405,7 milhões somente nos Estados Unidos, ultrapassando o Homem-Aranha como a adaptação de quadrinhos de maior sucesso de todos os tempos.

 


Imagem: Shutterstock.com