Todos os horários

Polícia de Seattle mostra arma que Kurt Cobain usou para se matar

A arma que Kurt Cobain usou para se matar ficou disponível aos olhos do público.

O motivo para exibição do mórbido objeto foi dispersar rumores de que a polícia teria destruído a arma que teria dado fim à vida do vocalista do Nirvana aos 27 anos.

[O HISTORY AGORA ESTÁ NO SPOTIFY: CLIQUE AQUI E SIGA-NOS]

 



A polícia de Seattle liberou fotos da arma, mas apenas porque um tribunal ordenou.

Por coincidência, essa ordem judicial ocorreu no último dia 18 de março, a menos de um mês da data de aniversário da morte do líder de uma das mais influentes bandas de rock dos últimos tempos. Kurt Cobain se matou no dia 5 de abril de 1994, na sua casa em Seattle, onde morava com sua esposa Courtney Love and sua filha Frances Bean, então com menos de dois aninhos de idade. Seu corpo só foi descoberto três dias depois por um eletricista. Exames realizados no cadáver indicaram que ele também havia ingerido heroína antes do suícidio.

 

 


Fonte: TMZ
Imagem: Polícia de Seattle via TMZ

Kurt Cobain

Kurt Donald Cobain foi cantor, músico e compositor da banda Nirvana, que contribuiu para uma mudança no cenário do rock na década de 1990. Ele nasceu no dia 20 de fevereiro de 1967, em Aberdeen, nos Estados Unidos, e morreu no dia 8 de abril de 1994, em Seattle. Ele era filho da garçonete Wendy Elizabeth Fradenburg e do mecânico Donald Leland Cobain. Seu pai era descendente de escoceses, irlandeses e franceses, e sua mãe, era de origem irlandesa, alemã e inglesa.

Após uma infância tranquila e feliz, a vida de Kurt se transformou com o divórcio dos pais, quanto ele tinha nove anos. Seus pais passaram a ter novos relacionamentos e o garoto, por sua vez, teve a personalidade transformada. Passou, inclusive, por tratamento terapêutico.

 

Rebeldia e Nirvana

Eu nunca quis cantar. Eu só queria ficar tocando guitarra no fundo do palco.
Kurt Cobain

Contudo, sua rebeldia parecia não ter mais fim. Após não conseguir se graduar no ensino médio por falta de notas, sua mãe lhe deu um ultimato: ou arrumava um emprego ou teria que sair de casa. Kurt não conseguiu trabalho e encontrou suas coisas embaladas no quarto. A partir daí, começou a morar com amigos e também se escondia no porão da casa da mãe. Contudo, seu interesse por arte e pela música continuava intenso. Ele frequentava a cena punk e também assista a vários shows de bandas, como The Melvins.

Com 14 anos, Kobain ganhou a sua primeira guitarra e começou a procurar parceiros para formar uma banda. Conheceu o baixista Krist Novoselic e, a partir daí, nasceu o Nirvana. Levou algum tempo até que encontrassem um baterista fixo. Antes de acertar em definitivo com Dave Grohl, eles gravaram, em 1989, o álbum Bleach com Chad Channing nos pedais.

 

Nevermind

Quando escrevo uma canção, a letra é o menos importante. Kurt Cobain

O verdadeiro e estrondoso sucesso chegaria com o álbum Nevermind (1991), com singles como Smells Like Teen Spirit, “Come as You Are” e “Lithium”. O disco é considerado pela mídia especializada como um dos mais influentes dos últimos tempos da história da música. O sucesso comercial, os shows e a vida de rock star literalmente entravam em conflito direto com as raízes e os conceitos alternativos de música de Kurt Cobain. Com sua banda, popularizou o movimento de rock alternativo da cidade de Seattle chamado grunge. Outras bandas também fizeram sucesso como Alice in Chains, Pearl Jam e Soundgarden.

Ao todo, durante os seus sete anos de atividade, o Nirvana lançou três álbuns de estúdio –Bleach (1989), Nevermind (1991), e In Utero, (1993) - além de três ao vivo - MTV Unplugged in New York (1994), From the Muddy Banks of the Wishkah (1996) e Live at Reading (2009).

 

Desconforto com a fama e uso de drogas

Reconhecido e com uma carreira de sucesso pelo mundo inteiro, Cobain mostrava desconforto com a fama. Além disso, passou os últimos anos de sua vida lutando contra o vício em heroína, dores de estômago e depressão. Fora isso, ele ainda chamava a atenção pelo casamento com a cantora Courtney Love, com quem teve uma filha, Frances Bean Cobain, nascida em 18 de agosto de 1992.

Mesmo com o nascimento da filha, Kurt seguiu com problemas com drogas e também tentativas de suicídio. Pouco antes de sua morte, foi internado em uma clínica para um programa de desintoxicação. O músico porém, fugiu do centro de reabilitação e pegou um avião de Los Angeles para Seattle.

 

Suicídio

No dia 8 de abril de 1994, o corpo de Cobain foi descoberto em sua casa em Lake Washington, por um eletricista que tinha chegado para instalar um sistema de segurança. Ele estava morto desde o dia 5 e, embora sua esposa o estivesse procurando, ninguém havia pensado em olhar na garagem ou na estufa da casa.

Conheça as teorias conspiratórias em torno da morte (e vida) das lendas do rock

As estrelas do rock têm uma vida intensa e extrema, de modo que a maioria dos mortais precisaria viver uma dezena de vezes para ter uma experiência parecida. E mesmo quando a morte bate à porta desses artistas, sua lenda continua, se estendendo em suas obras e no coração de seus fãs, os quais, muitas vezes, se agarram às hipóteses mais insólitas para não acreditarem que seus ídolos também morrem.

Kurt Cobain – Morreu em 5 de abril de 1994, quando atirou em sua cabeça com uma escopeta. Mesmo assim, várias pessoas disseram tê-lo visto com vida em sua cidade natal, Seattle, em Porto Rico e também na Irlanda. Inúmeras teorias conspiratórias, muitas inventadas pelos fãs, afirmam que o astro do rock forjou sua própria morte, com a cumplicidade de sua esposa, Courtney Love, para poder fugir da pressão da indústria musical.

Jimi Hendrix – Morreu em 18 de setembro de 1970, quando se afogou em seu próprio vômito em consequência de uma intoxicação com barbitúricos. Muitos fãs afirmam que a lenda da guitarra planejou sua morte, mas não faleceu. Assim como Cobain, ele criou uma farsa para poder fugir do holofote da fama e dos contratos com as gravadoras. Algumas pessoas dizem tê-lo visto, após sua morte, perambulando por Seattle, sua cidade natal.

Paul McCartney – Uma teoria macabra afirma que o beatle morreu em 9 de novembro de 1966, quando foi vítima de um acidente automobilístico. É claro que faltaria explicar como ele lançou mais de 20 discos póstumos e continua excursionando pelo mundo com sua música. A conspiração diz que Paul morreu prematuramente durante a gravação do emblemático Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band. Os Beatles, com medo do impacto da notícia sobre o futuro da banda, decidiram substituí-lo por um sósia, William Shears Campbell. Sobre isso, o próprio Paul McCartney brincou: “se eu estivesse morto, certamente seria o último a me enterrar”.

Elvis Presley – Morreu em 16 de agosto de 1977, em decorrência de um ataque cardíaco. Os avistamentos póstumos são muitos para se enumerar, mas tem destaque o que aconteceu no aeroporto de Memphis, apenas um dia depois de sua morte. Lá, o astro do rock teria sido visto comprando um bilhete de ida a Buenos Aires, sob o pseudônimo de John Burrows, que utilizou para reservar quartos de hotel. A teoria conspiratória indica que Elvis desejava uma vida de paz, longe do centro dos holofotes, tendo inclusive manifestado a seu representante, em diversas ocasiões, “estou cansado de ser Elvis Presley”. Para seu funeral, um boneco de cera teria sido colocado no caixão de alto custo, equipado com ar condicionado, para evitar que derretesse.

Fonte: VH1 

 

Imagem: A. Vente (Beeld en Geluidwiki - Gallery: Hoepla) [CC BY-SA 3.0 nl], via Wikimedia Commons
05.Abr.1994

Morre Kurt Cobain, líder da banda Nirvana

No dia 5 de abril de 1994 morria em Seattle, nos EUA, Kurt Donald Cobain, cantor, músico e compositor da banda Nirvana, que contribuiu para uma mudança no cenário do rock na década de 1990. O álbum Nevermind (1991), com singles como "Smells Like Teen Spirit", “Come as you are” e “Lithium”, é considerado pela mídia especializada como um dos mais influentes dos últimos tempos. Com sua banda, formada ainda por Krist Novoselic e Dave Grohl, Kurt popularizou o movimento de rock alternativo da cidade de Seattle chamado grunge. Outras bandas também fizeram sucesso como Alice in Chains, Pearl Jam e Soundgarden. Ao todo, sua banda lançou três álbuns de estúdio – Bleach (1989), Nevermind (1991), e In Utero, (1993) - além de três ao vivo - MTV Unplugged in New York (1994), From the Muddy Banks of the Wishkah (1996) e Live at Reading (2009). Nascido no dia 20 de fevereiro de 1967, em Aberdeen (EUA), ele mostrava desconforto com a fama e a carreira de enorme sucesso. Também passou os últimos anos de sua vida lutando contra o vício em heroína, dores de estômago e depressão. Fora isso, ainda chamava a atenção pelo casamento com a cantora Courtney Love, com quem teve uma filha, Frances Bean Cobain, nascida em 18 de agosto de 1992. Mesmo com o nascimento da filha, Kurt seguiu com problemas com drogas e também tentativas de suicídio. Pouco antes de sua morte, foi internado em uma clínica para um programa de desintoxicação. O músico porém, fugiu do centro de reabilitação e pegou um avião de Los Angeles para Seattle. No dia 8 de abril de 1994, o corpo de Cobain foi descoberto em sua casa em Lake Washington, por um eletricista que tinha chegado para instalar um sistema de segurança. Aos 27 anos, ele estava morto desde o dia 5 e, embora sua esposa o estivesse procurando, ninguém havia pensado em olhar na garagem ou na estufa da casa.

 

Foto: Kurdonal8794 (Trabajo propio) [CC BY-SA 4.0], undefined

Clique aqui e saiba mais sobre a história de Kurt Cobain

20.Feb.1967

Nasce Kurt Cobain, líder da banda Nirvana

No dia 20 de fevereiro de 1967 nascia em Aberdeen, nos Estados Unidos, Kurt Donald Cobain, cantor, músico e compositor da banda Nirvana, que contribuiu para uma mudança no cenário do rock na década de 1990. O álbum Nevermind (1991), com singles como "Smells Like Teen Spirit", “Come as you are” e “Lithium”, é considerado pela mídia especializada como um dos mais influentes dos últimos tempos. Com sua banda, formada ainda por Krist Novoselic e Dave Grohl, Kurt popularizou o movimento de rock alternativo da cidade de Seattle chamado grunge. Outras bandas também fizeram sucesso como Alice in Chains, Pearl Jam e Soundgarden. Ao todo, sua banda lançou três álbuns de estúdio – Bleach (1989), Nevermind (1991), e In Utero, (1993) - além de três ao vivo - MTV Unplugged in New York (1994), From the Muddy Banks of the Wishkah (1996) e Live at Reading (2009). Reconhecido e com uma carreira de sucesso pelo mundo inteiro, Cobain mostrava desconforto com a fama. Além disso, passou os últimos anos de sua vida lutando contra o vício em heroína, dores de estômago e depressão. Fora isso, ele ainda chamava a atenção pelo casamento com a cantora Courtney Love, com quem teve uma filha, Frances Bean Cobain, nascida em 18 de agosto de 1992. Mesmo com o nascimento da filha, Kurt seguiu com problemas com drogas e também tentativas de suicídio. Pouco antes de sua morte, foi internado em uma clínica para um programa de desintoxicação. O músico porém, fugiu do centro de reabilitação e pegou um avião de Los Angeles para Seattle. No dia 8 de abril de 1994, o corpo de Cobain foi descoberto em sua casa em Lake Washington, por um eletricista que tinha chegado para instalar um sistema de segurança. Ele estava morto desde o dia 5 e, embora sua esposa o estivesse procurando, ninguém havia pensado em olhar na garagem ou na estufa da casa.

 

Clique aqui e saiba mais sobre a história de Kurt Cobain

Foto: DarielBlots [GFDL or CC BY-SA 3.0], via Wikimedia Commons