Todos os horários
14.May.1944

Nasce o cineasta George Lucas, criador de Star Wars

Um dos maiores cineastas de todos os tempos de Hollywood, George Walton Lucas Jr. nasceu no dia 14 de maio de 1944, em Modesto, na California, nos Estados Unidos. 

Ele é mais conhecido como o criador das franquias Star Wars e Indiana Jones, assim como o fundador da Lucasfilm e da Industrial Light & Magic. Ele ficou à frente da Lucasfilm até 2012, quando vendeu a empresa para a Walt Disney Company.

George Lucas se formou pela Universidade do Sul da Califórnia em 1967 e fundou o estúdio American Zoetrope com o seu colega Francis Ford Coppola. Em 1971, esteve à frente do curta THX 1138 e, dois anos depois, dirigiu e escreveu Loucuras de Verão (1973), inspirado na sua adolescência nos anos 60 em Modesto. O filme foi produzido pela então recém-fundada Lucasfilm. A produção foi um sucesso de crítica e público, recebendo cinco indicações ao Oscar, incluindo Melhor Filme.

Porém, foi o filme que viria na sequência que seria um sucesso surpreendente. Em 1977, George Lucas lançou Guerra nas Estrelas (Star Wars): Uma Nova Esperança, que se tornou o filme de maior bilheteria da época, vencedor de seis prêmios da Academia e um fenômeno cultural. Na sequência do primeiro Star Wars, George Lucas produziu e co-escreveu os outros filmes da trilogia, O Império Contra-Ataca (1980) e O Retorno de Jedi (1983).

Junto com Steven Spielberg, ele co-criou e escreveu os filmes de Indiana Jones - Os Caçadores da Arca Perdida (1981), Indiana Jones e o Templo da Perdição (1984) e Indiana Jones e a Última Cruzada (1989). George Lucas também produziu e/ou escreveu uma série de filmes pela Lucasfilm entre 1980 e 1990.

O cineasta voltou a dirigir a trilogia Star Wars com os novos episódios de A Ameaça Fantasma (1999), O Ataque dos Clones (2002) e A Vingança dos Sith ( 2005). Mais tarde, George Lucas colaborou com a trama da sequência de Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal (2008) e foi roteirista e produtor-executivo do filme Esquadrão Red Tails (2012).




Imagem: Denis Makarenko/Shuttertock.com

Professor descobre qual seria a velocidade de uma nave de guerra de Star Wars na Terra

Os combates de naves em Star Wars são o ápice dos filmes de George Lucas para muitos fãs da saga. Quando se trata de guerra, um dos destaques são os Tie Fighters, do Império. No entanto, você já parou para pensar qual seria a velocidade deles na atmosfera de um planeta como a Terra?


[VEJA TAMBÉM: 10 curiosidades que certamente você não sabia sobre Star Wars]

 

 

Em Star Wars, os Tie Fighters precisam de apenas um piloto, são ágeis e dotados de canhões laser duplos. Calcular sua velocidade numa atmosfera como a nossa exigiu a destreza do professor de física Rhett Allain, da revista Wired. Ele usou um curto teaser de Star Wars: O Despertar da Força, em que vários Tie Figherts estão voando a diferentes distâncias e são observados pela jovem Rey. Veja abaixo:

 

Usando uma escala de proporção e referência, já que as naves estão a distâncias variadas, Allain tomou como parâmetro o primeiro Tie Fighter no vídeo e adotou como tamanho para todos o padrão dos "clássicos", de 6,4m de largura.

 

Depois, Allain marcou em cada quadro (frame) uma posição X para indicar o primeiro Tie Fighter, resultando num gráfico de posição do objeto em relação à linha do tempo e obteve sua velocidade de.... 67.3 m/s, ou 242,28 km/h!

 

Simples? "Elementar, meu caro Watson!"

 

Para complicar um pouco, que tal descobrir a qual distância que os Tie Fighters se encontram do solo? Allain assumiu um campo de visão de 39,6° a partir do solo e, com isso, estabeleceu que a nave mais próxima fica a 98 metros de distância e a mais distante está a 652 metros. Será que isso estaria dentro das operações padrões de voo da Nova Ordem?

 

 

Conclusões:

 

- Allain nos mostrou que possui enormes habilidades com cálculos matemáticos (veja no link no final do texto todo o malabarismo aritmético que ele fez em torno do teaser sobre os Tie Fighters).

 

- Essa questão de Star Wars pode cair no vestibular de física.

 

- Por que Allain se empenhou tanto nisso?  Ele mesmo responde: "A única razão é que eu acho divertido. Fim".



Fonte: Wired

Imagem: Sorbis/Shutterstock.com

George Lucas

O diretor George Lucas nasceu em 14 de maio de 1944, em Modesto, na Califórnia. Ele nasceu no subúrbio, ambiente que o inspirou a fazer o filme Loucuras de Verão, de 1973. Lucas estudou direção de fotografia na Universidade do Sul da Califórnia a chamou a atenção de Francis Ford Coppola, que o ajudou a entrar na indústria cinematográfica. Ele é conhecido por ser o criador da saga “Star Wars” e produtor e roteirista da série de grande sucesso Indiana Jones.

 

“Loucuras de Verão”

O famoso diretor, roteirista e produtor George Lucas nasceu George Walton Lucas Jr. em 14 de maio de 1944, em Modesto, na Califórnia. Os pais de Lucas vendiam material de escritório e eram donos de uma fazenda de nozes na Califórnia. Antes de o jovem Lucas se tornar obcecado por câmeras, ele queria ser piloto de corrida de carros, mas um acidente quase fatal com seu Fiat turbinado apenas alguns dias antes de sua formatura na escola secundária fez com que ele mudasse de opinião. No lugar, Lucas acabou entrando para a faculdade local e desenvolveu uma paixão pela direção de fotografia e os truques com câmera. Seguindo o conselho de um amigo, ele se transferiu para a escola de cinema da Universidade do Sul da Califórnia. Lá, ele produziu o curta de ficção científica “THX-1138:4EB” e ganhou um lugar sob as asas de Francis Ford Coppola, que tinha grande interesse em lançar novos cineastas talentosos. Coppola convenceu a Warner a fazer uma versão longa do filme, e, embora alguns críticos tenham identificado uma profundidade filosófica por trás de todo o aparato tecnológico, “TXH-1138” (como foi reintitulado) foi um fracasso retumbante no seu lançamento, em 1971.

Apesar de intimidado pelo desastre de seu primeiro filme, Lucas continuou a trabalhar no seu próximo projeto, “Loucuras de Verão”. Lançado em 1973, o filme contava com jovens talentos como Ron Howard, Richard Dreyfuss e Harrison Ford e foi saudado como um retrato impressionante da juventude americana dos anos 60, mostrando, segundo as próprias palavras de Lucas, “uma vida fácil, tranquila e segura”. O filme, feito com apenas 780 mil dólares, faturou 50 milhões nas bilheterias. Ele foi indicado a cinco Oscars, incluindo Melhor Filme, Melhor Roteiro e Melhor Diretor para Lucas, e é considerado, até hoje, um dos longas de baixo orçamento mais bem-sucedidos da história.

 

O “império” de Lucas

Tendo ganhando novamente a confiança de seus apoiadores, Lucas começou a trabalhar em um seriado infantil para os sábado matinais, que seria parte conto de fadas parte Flash Gordon, uma aventura fantástica passada na fronteira imaginária do espaço sideral. O projeto acabou se transformando em um longa-metragem intitulado “Star Wars”. Em seu lançamento em 1977, “Star Wars” arrebatou o público com seus efeitos especiais impressionantes, suas paisagens fantásticas, personagens cativantes e um eco familiar de mitos populares e contos de fada. Feito com 11 milhões de dólares, o filme arrecadou mais de 513 milhões em todo o mundo. Lucas deu seguimento à história dos Cavaleiros Jedi e o Lado Negro em “O Império Contra-Ataca” (1980) e “O Retorno de Jedi” (1983). No meio tempo, criou a empresa de efeitos especiais Industrial Light & Magic (ILM), assim como um estúdio sonoro, o Skywalker Sound, e começou a ter mais e mais controle sobre o produto final de seus filmes. Por fim, Lucas acabou construindo seu próprio “império” de fazer filmes fora da influência controladora de Hollywood nas colinas de Marin Country, na Califórnia.

 

Indiana Jones

Conciliando com seus trabalhos em “Star Wars”, Lucas desenvolveu uma nova série de aventura, apresentando o durão, porém bem-humorado arqueólogo Indiana Jones. Ele escalou o anti-herói de “Star Wars”, Harrison Ford, para o papel principal, e Steven Spielberg foi o diretor de “Os Caçadores da Arca Perdida” (1981). Em vez das profundezas do espaço, Lucas mirou o passado para essa história de ação. Indiana Jones disputa com os nazistas a Arca da Aliança nesse grande sucesso de bilheterias.

Lucas ajudou a criar os roteiros e foi produtor das duas sequências que o seguiram. Ford estrelou ao lado de Kate Capshaw “Indiana Jones” e o Templo da Perdição” (1984). Já em “Indiana Jones e a Última Cruzada” (1989), o público veio a conhecer o pai de Indiana, interpretado por Sean Connery. Depois do terceiro filme da série, no entanto, Lucas voltou a trabalhar na franquia que o tornou mundialmente famoso: “Star Wars”.

O primeiro filme das prequelas da série, “Star Wars: Episódio I – A Ameaça Fantasma”, foi lançado em 1999 em meio a grandes expectativas e antecipações sem precedentes. A recepção do filme foi mista: alguns críticos e fãs de “Stars Wars” consideraram os personagens infantis e muito estereotipados; outros reclamaram que a história possuía uma dramaturgia rasa. Mas ninguém poderia contestar a incrível qualidade das criações tecnológicas de Lucas. Os episódios II e III foram lançados, respectivamente, em 2002 e 2005, para recepções semelhantes, tanto do público quanto da crítica.

Em 2008, Lucas lançou o quarto filme da série Indiana Jones. Ele foi um dos roteiristas e o produtor, enquanto Spielberg, novamente, ocupou o cargo de diretor. Harrison Ford retornou para um novo desafio como o famoso arqueólogo e aventureiro em” Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal”, ao lado de Cate Blanchett e Shia LaBeouf. O filme acabou sendo um dos maiores sucessos de bilheteria da temporada.

 

Venda da Lucasfilm

Em 2012, Lucas foi produtor executivo do épico de guerra “Esquadrão Red Tails” e, logo em seguida, anunciou que estava se despedindo das grandes produções para se dedicar a projetos menores, mas não excluiu a possibilidade de participar de um novo Indiana Jones. Nessa época, ele também decidiu vender sua empresa, a Lucasfilm, para a Walt Disney Company. Ele recebeu 40 milhões de dólares em ações da Disney como parte da transação. Em troca, a Disney ficou com todos os direitos da franquia extremamente lucrativa de Star Wars. Desde o ano passado, ele tem trabalhado com consultor para a nova trilogia de Star Wars, que será dirigida por J.J. Abrams e cujo primeiro filme tem estreia marcada para dezembro de 2015.

 

Projetos filantrópicos

Além de cineasta, Lucas tem se dedicado a projetos filantrópicos. No início dos anos 90, ele criou a George Lucas Educational Foundation, que estimula a implantação de novos sistemas educacionais. Após seu divórcio com a editora de filmes Marcia Griffin em 1983, com quem foi casado por 14 anos, Lucas virou pai solteiro de sua filha adotiva Amanda. Posteriormente, adotou mais duas crianças: Katie e Jet. Em 2013, casou-se com Mellody Hobson, presidente da Ariel Investments, com quem teve mais uma filha, através de barriga de aluguel, já que, à época do matrimônio, Lucas estava com 69 anos e Mellody, 44.

 


Imagem: Nicolas Genin [CC BY-SA 2.0], via Wikimedia Commons

Chegou o novo teaser de Star Wars VII! Veja o que esperar da próxima produção da mais famosa franquia da ficção científica [Vídeo]

Os fãs de Star Wars já têm uma pista do que esperar do próximo filme da série, Episódio VII - O Despertar da Força. A Walt Disney Pictures liberou o teaser da sequência, que deverá chegar aos cinemas em dezembro de 2015. Este será o primeiro filme da série produzido após a venda da LucasFilm, de George Lucas, para a Walt Disney. A produção conta com locações em diversos países: Inglaterra, Islândia, Irlanda, Escócia, Estados Unidos e Emirados Árabes. Assista ao teaser oficial no final do texto.

Sobre a trama, ainda não se sabe o que esperar, mas não há como negar que a série Star Wars é uma referência e um marco na história da ficção científica, com seus espetaculares universos ficcionais e no desenvolvimento de efeitos especiais. O que está por trás de produções globais deste porte está prestes a ser desvendado na tela do HISTORY, no especial A Verdadeira História da Ficção Científica. Alguns dos maiores pioneiros do gênero contam suas histórias nesta série impressionante. Seus relatos vão desde viagens no tempo, inteligência artificial até a exploração do espaço e encontros com extraterrestres. Participam cineastas, escritores, atores e artistas gráficos, cuja obsessão e imaginação se voltaram para o desconhecido e cujas criações têm cativado o público em todo o mundo.

Não perca: A Verdadeira História da Ficção Científica estreia amanhã, neste SÁBADO, às 20h, no HISTORY.

Veja abaixo o teaser de Star Wars VII:

Fontes:

The Telegraph

IMDb