Todos os horários
Roger Waters

Roger Waters

Roger Waters nasceu em Surrey, na Inglaterra, em 1943. No ensino médio, ficou amigo de David Gilmour e Syd Barrett. Ele conheceu Nick Mason e Richard Wright na faculdade e, em seguida, nasceu o Pink Floyd. Após a saída de Barrett, Waters passou a liderar o grupo, escrevendo grande parte das músicas dos discos de maior sucesso da banda. Ele deixou o Pink Floyd em 1985 para seguir sua carreira solo e tem excursionado e gravado seu próprio material desde então.


Início de carreira

George Roger Waters nasceu em 6 de setembro de 1943, em Surrey, na Inglaterra. Seu pai morreu na Segunda Guerra Mundial quando ele tinha apenas 5 meses de idade, e sua mãe, Mary, mandou-o, ao lado de seu irmão mais velho, pra Cambridge. Waters fez o ensino fundamental e médio com Syd Barrett e acabou conhecendo David Gilmour, que morava nas vizinhanças. Depois de se formar, Waters se mudou para Londres para estudar arquitetura na Universidade de Westminster, onde conheceu Nick Mason e Richard Wright.

Com um ano de residência em Londres, Waters, Mason e Wright já estavam juntos em uma banda, o Sigma Six, ao lado de Keith Noble e Clive Metcalfe. Noble e Metcalfe logo saíram e a banda passou por diferentes formações e nomes, incluindo The Abdabs, The Screaming Abdabs, Leonard’s Lodgers, Spectrum Five e Tea Set. Em 1965, Syd Barrett se juntou ao grupo e assim nasceu o Pink Floyd.

A única música no disco de estreia do Pink Floyd não composta por Barrett foi “Take Up Thy Stethoscope and Walk”, de Waters. Após a saída de Barrett, Waters se tornou o líder e passou a exercer mais controle sobre o direcionamento artístico da banda. Ele escreveu a maioria das músicas dos discos “The Dark Side of the Moon”, “Wish You Were Here”, “Animals” e “The Wall”, e todas de “The Final Cut”.

Após o lançamento de “The Final Cut”, Waters declarou que o Pink Floyd era um “força gasta”. Ele anunciou sua decisão de deixar o grupo em 1985 e deu início a uma batalha judicial para impedir que os membros remanescentes continuassem a usar o nome Pink Floyd. Por fim, ele acabou perdendo o processo, mas manteve os direitos sobre “The Wall”.


Carreira solo

Em 1984, Waters lançou seu primeiro disco solo, “The Pros and Cons of Hitchhiking”, com Eric Clapton na guitarra, e excursionou para promovê-lo. O álbum e a turnê tiveram uma recepção fraca e Waters perdeu mais de 600 mil dólares no empreendimento. Seu segundo LP, “Radio K.A.O.S.”, teve um melhor desempenho.

O Muro de Berlim caiu no final de 1989 e, no ano seguinte, Waters encenou “The Wall – Live in Berlin”, um concerto beneficente que atraiu milhares de pessoas e bilhões de telespectadores. Foi um show elaborado, que incluiu apresentações de Joni Mitchell, Van Morrison, Cyndi Lauper, Bryan Adams e Sinéad O’Connor, assim como uma orquestra da antiga Alemanha Oriental, uma banda marcial soviética e helicópteros militares americanos. Embora muitos músicos famosos tenham sido convidados, Waters ignorou seus antigos colegas de banda.

Dois anos depois, ele lançou “Amused to Death”, seu álbum solo de maior sucesso. E esse foi o seu último disco de estúdio até 2005, quando foi lançado “Ça Ira”, uma ópera em três atos sobre a Revolução Francesa.


Vida pessoal

Waters já teve quatro esposas. Em 1969, ele se casou com sua namorada da escola, Judy Trim. Eles se divorciaram em 1975 e, no ano seguinte, Waters se casou com Lady Carolyne Christie. Eles tiveram dois filhos juntos, Harry e India, mas se divorciaram em 1992. Seu terceiro casamento, com Pricilla Phillips, em 1993, durou 8 anos e lhe deu mais um filho, Jack. Em 2012, Waters se casou com Laurie Durning.

Harry, o filho de Waters, é pianista e se apresenta com o pai ao vivo desde 2002.

 


Imagem: Alterna2 [CC BY 2.0], via Wikimedia Commons