Todos os horários
Felipe Massa

Felipe Massa

Felipe Massa é um piloto brasileiro, vice-campeão de Fórmula 1 em 2008 e que atualmente corre pela Williams.

Nascido no dia 25 de abril de 1981, em São Paulo, Massa começou sua carreira no kart, quando tinha apenas oito anos. Depois, passou pela Fórmula Chevrolet, Fórmula Renault, Fórmula 3 e Fórmula 3000. Em 2002, estreou na Fórmula 1 pela Sauber. Com todas as vagas preenchidas para o campeonato de 2003, tornou-se piloto de testes da Ferrari. No ano seguinte, foi titular na equipe da Sauber, onde ficou até 2005.


Ferrari

Se você tem má sorte ou problemas até a metade do campeonato, na segunda parte você terá que atender o que eles pedem. Embora seja difícil fazer tudo que a equipe manda, são eles que pagam seu salário todo mês.

Quando Rubens Barrichello saiu da Ferrari, Massa entrou em seu lugar, tornando-se companheiro de Michael Schumacher. No ano de estreia pela Ferrari, em 2006, Massa ganhou, na Turquia, seu primeiro GP de Fórmula 1, conquistando ainda o terceiro lugar no campeonato. No mesmo ano, ganhou o GP do Brasil, tornando-se o primeiro brasileiro a vencer em Interlagos desde Ayrton Senna, em 1993.

Com a saída de Shumacher, Massa teve chances de brigar pelo título do Mundial de 2007, mas passou por alguns problemas e terminou em quarto lugar. No mesmo ano, ele casou com a empresária Anna Raffaela Bassi. O casal teve o primeiro filho, apelidado de Felipinho, que nasceu no dia 30 de novembro de 2009.
 

Vice-campeonato e acidente

Em 2008, Massa venceu na França e assumiu pela primeira vez a liderança do campeonato. Ele também foi o primeiro brasileiro a conseguir tal feito após Ayrton Senna, em 1993. Contudo, neste ano, ficou com a vice-liderança ao final da temporada, perdendo o título por um ponto para Lewis Hamilton, na última corrida do ano, justamente no GP do Brasil.

No ano seguinte, Massa sofreu um acidente que causou muita preocupação. Durante o treino classificatório na Hungria, ele foi atingido na cabeça por uma mola que se soltou do carro de Barrichelo. Massa ficou nove dias internado nos hospital em Budapeste e depois, na sua volta ao Brasil, passou por mais uma série de exames em São Paulo. Ele só retornou às pistas em setembro, quando pilotou um kart na Granja Viana, em São Paulo. Seu retorno à Fórmula 1 após o acidente aconteceu no GP do Bahrein, em março de 2010, onde conquistou o segundo lugar. Na corrida seguinte, na Austrália, chegou em em terceiro.
 

Polêmicas

No dia em que eu disser que sou o piloto número 2, não correrei mais. Vou lutar pela vitória.

Massa alcançou a liderança do mundial após a sétima colocação na Malásia. Contudo, após essa boa fase, ele amargou uma série de maus resultados e se envolveu em polêmicas com Fernando Alonso, entre elas um suposto jogo de equipe no GP da Alemanha, em que o brasileiro teria cedido sua posição para o espanhol vencer a prova. Nesta temporada, assim como na seguinte, em 2011, Massa terminou na sexta colocação geral.

Em 2012, o piloto começou mal a temporada, mas se recuperou após a metade do ano, contudo, a equipe seguiu privilegiando Alonso com jogo de equipe, o que resultou em punições ao brasileiro. No GP do Japão, Massa conquistou a segunda posição e retornou ao pódio após quase dois anos.
 

Williams

A temporada de 2013 foi a última de Massa como piloto da Ferrari. Ele trocou a equipe pela Williams, onde teve como companheiro o finlandês Valtteri Bottas. Com o carro de sua nova equipe, Massa teve como melhor resultado o segundo lugar na última prova da temporada, em Abu Dhabi, encerrando a temporada na sétima colocação geral.

 


Imagem: Shutterstock.com